Clique e assine com até 92% de desconto

Ataque aéreo contra comboio da Cruz Vermelha no sul do Iêmen provoca morte

Por Da Redação 20 jun 2012, 16h04

Áden (Iêmen), 20 jun (EFE).- Um comboio do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) foi atingido nesta quarta-feira por engano por um projétil lançado de um avião no sul do Iêmen, ataque cuja autoria não foi esclarecida e no qual morreu um empregado da ONG.

A porta-voz do CICV no Iêmen, Dibeh Fajr, informou à Agência Efe que a pessoa morta foi o trabalhador iemenita Hussein Saleh e que os outros três integrantes da equipe saíram ilesos.

O ataque aéreo ocorreu em uma estrada da província meridional de Abian, palco recentemente de uma forte ofensiva militar para expulsar membros da Al Qaeda. A organização terrorista tinha tomado o controle da maioria dos locais da região.

A equipe humanitária visitava Abian para avaliar a situação e as necessidades da população, após meses de combates entre o Exército e os terroristas.

O morto, de 35 anos, casado e com quatro filhos, trabalhava há dois anos no escritório da Cruz Vermelha, na cidade portuária de Áden. Em comunicado, a organização garantiu a preocupação com o ocorrido e assinalou que as circunstâncias do ataque não estão claras.

Há dois dias, a organização informou que tinham conseguido chegar a Abian, onde nas últimas duas semanas foram distribuídas porções de comida entre os 17 mil residentes e deslocados que vivem no local.

Em 22 de abril, um trabalhador francês da Cruz Vermelha foi sequestrado por um grupo armado em uma estrada no oeste do Iêmen, e segue em paradeiro desconhecido. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade