Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ataque a tiros em local turístico deixa um morto e onze feridos na Rússia

Por Da Redação 30 dez 2015, 07h58

Um atirador abriu fogo contra um grupo de turistas em uma fortaleza histórica no Daguestão, no sul da Rússia, na noite de terça-feira, matando uma pessoa e ferindo outras onze, disse um funcionário do Ministério da Saúde da região nesta quarta-feira. Quatro dos feridos estão em estado grave. A polícia encontrou 67 cápsulas de balas de diferentes calibres no local onde ocorreram os disparos, uma área de floresta em frente à fortaleza de Narin-Kala, na cidade de Derbent.

A agência de notícias russa Interfax relatou que os turistas eram moradores locais que estavam visitando a fortaleza, um complexo que é um patrimônio histórico da Unesco, quando um atirador não identificado abriu fogo. Entre os visitantes estavam dois guardas de fronteira, um dos quais foi morto no ataque, segundo a agência. O atirador evadiu-se do local e as autoridades russas se recusaram a dar informações sobre a caçada ao fugitivo.

Leia também

Rússia se une ao Talibã na guerra contra o Estado Islâmico

Rússia e Turquia protagonizam novo incidente bélico e Moscou cancela encontro

Ataques a tiros e bombas são comuns no Daguestão, república que faz parte da federação russa e tem maioria muçulmana. A pequena e conturbada região é localizada no Cáucaso Norte, área onde Moscou enfrenta insurgentes islâmicos há anos. No entanto, ataques contra turistas são pouco comuns. A região atualmente é um dos locais em que recrutadores do Estado Islâmico arregimentam jovens para lutar na Síria.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade