Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque a hotel onde estava o presidente da Somália mata 4

Hassan Sheikh Mohamud foi eleito na última segunda-feira com o apoio da ONU

Pelo menos quatro pessoas morreram e várias ficaram feridas em dois atentados suicidas realizados nesta quarta-feira em frente a um hotel de Mogadíscio, onde o novo presidente da Somália, Hassan Sheikh Mohamud, participava de uma conferência. O presidente somali não foi atingido pelos ataques. A delegação do Quênia liderada por seu ministro das Relações Exteriores, Sam Ongeri, que participava da conferência, também escapou.

O agente da polícia da Somália Yousef Ali, que vigiava o hotel, explicou que os ataques ocorreram em frente ao Hotel Jazeera depois que três homens tentaram invadir o local. Segundo a fonte, os guardas de segurança conseguiram disparar contra dois deles, enquanto o outro se suicidou. Neste ataque, um soldado das forças pró-governo ficou gravemente ferido.

Embora nenhum grupo tenha assumido a autoria do atentado, esta ação ocorre apenas um dia depois de radicais islâmicos do Al Shabab emitirem um comunicado dizendo que o processo de transição na Somália e a escolha do presidente faziam parte de uma manobra do Ocidente que contrariava os interesses do país africano.

Mohamud foi eleito presidente da Somália na última segunda-feira após ter obtido os votos de 190 dos 275 deputados do novo parlamento do país, encerrando a transição política iniciada em 2004 e respaldada pela ONU.

(Com agência EFE)