Clique e assine a partir de 9,90/mês

Assento da Líbia na ONU é repassado ao Conselho Nacional de Transição

Por Stan Honda - 16 set 2011, 14h06

A Assembleia Geral das Nações Unidas repassou nesta sexta-feira o assento da Líbia ao Conselho Nacional de Transição (CNT), o órgão político dos rebeldes que derrubaram o regime de Muamar Kadhafi.

A assembleia de 193 Estados votou com uma maioria de 114 votos a favor e 17 contra a entrega ao CNT do assento correspondente à Líbia na ONU, apesar da oposição de vários governos de esquerda da América Latina.

Alguns países africanos pediram que esta votação fosse adiada.

Esta decisão permite que o chefe interino do governo líbio, Mustafá Abdul Jalil, participe na Assembléia Geral anual da ONU na próxima semana em Nova York. Na ocasião, ele se reunirá com o presidente americano Barack Obama.

Continua após a publicidade

A votação acontece no mesmo dia em que o Conselho de Segurança deve adotar um projeto de resolução, apresentado pelo Reino Unido e que prevê a liberação de parte dos bens bloqueados da Líbia e o fim do embargo sobre as armas.

O projeto inclui o envio de uma missão da ONU de três meses para ajudar o governo interino a organizar eleições e elaborar uma nova constituição, segundo diplomatas.

Publicidade