Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Asean aposta em negócios com A.Latina perante a crise do euro

Por Da Redação 9 jul 2012, 02h41

nJacarta, 9 jul (EFE).- O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, pediu nesta segunda-feira para se aumentar o investimento e o comércio entre o Sudeste Asiático e América Latina em vista que ‘a crise na eurozona está longe de ter terminado’.

O líder indonésio defendeu a melhora da ligação entre as duas regiões, o aumento da troca de bens e capitais, e a colaboração além do comércio e dos investimentos, no início de um fórum de negócios entre países de ambas as regiões em Jacarta.

‘Utilizem este evento para fechar tratos e encontrar companheiros de negócios, já que o Sudeste Asiático e a América Latina têm um brilhante futuro pela frente’, disse Yudhoyono aos diretores presentes no fórum.

O ministro do Comércio Exterior e Turismo do Peru, José Luis Silva, assegurou que as economias dos países da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) e da América Latina terão um melhor comportamento que a de outras regiões durante a crise econômica.

‘Temos objetivos comuns: queremos promover o desenvolvimento sustentável, lutar contra a desigualdade e reduzir a pobreza’, disse Silva.

A Asean é composta por Brunei, Mianmar, Camboja, Filipinas, Indonésia, Laos, Malásia, Cingapura, Tailândia e Vietnã, e conta com cerca de 580 milhões de habitantes e uma perspectiva de crescimento do PIB regional de 4,5% em média. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade