Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Argentina se prepara para greve geral nesta terça

Movimento protesta contra política econômica adotada por Cristina Kirchner

Uma greve geral está programada para começar à meia-noite desta terça-feira. O movimento está sob coordenação do presidente da Central Geral dos Trabalhadores (CGT) da Argentina, Hugo Moyano. Pelo menos 160 serviços essenciais devem ser afetados, como a coleta de lixo, o serviço bancário e o transporte público.

O objetivo do movimento é protestar contra a política econômica da presidente Cristina Kirchner, em especial a estratégia do governo de estabelecer índices de inflação oficiais abaixo do aferido por institutos de pesquisa independentes – o que provoca a diminuição do valor de compra dos trabalhadores. Os líderes pedem ainda um aumento de emergência para os aposentados.

Saiba mais:

Líder operário peronista desafia poder de Cristina Kirchner na Argentina

Moyano afirmou ao jornal La Nación, que a greve é uma consequência da “atitude de soberba e a forma como o governo maltrata a sociedade”.

“Esta é uma maneira é de fazer o governo tirar os tampões dos ouvidos e escutar o povo”, disse o sindicalista Pablo Micheli ao Clarín.

Leia também:

Salário de Cristina Kirchner subiu 42% neste ano, diz ‘Clarín’

Patrimônio dos Kirchner aumentou quase 11 vezes, diz jornal

8N

Oposição diz que governo precisa ouvir reclamações