Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Argentina: crítico de Cristina Kirchner é afastado de cargo

O radical Leandro Despouy era presidente da AGN - organismo que controla os gastos do governo. A oposição considerou a medida 'infundada e arbitrária'

Por Da Redação 4 out 2012, 13h43

O presidente da Auditoria-Geral da Nação (AGN), Leandro Despouy, um crítico do governo de Cristina Kirchner, foi afastado do cargo nesta quinta-feira. A AGN, órgão ligado ao Congresso argentino, controla os gastos do governo. O afastamento foi definido pela comissão mista revisora das contas do Congresso, segundo informação do jornal Clarín. A comissão é formada por maioria kirchnerista.

A minoria opositora no colegiado reagiu à decisão, que foi considerada “irregular”. Vice-presidente da comissão, o senador Gerardo Morales (União Cívica Radical) acusou os governistas de “querer ficar com tudo”, segundo informação do jornal La Nación.

Leandro Despouy sustentou que a decisão é “infundada e arbitrária”, dizendo que seguirá no cargo e que o ato de “vandalismo institucional” terá repercussão nacional e internacional.

Leia também:

Policiais protestam enquanto governo analisa reivindicações

Continua após a publicidade

Popularidade de Cristina Kirchner não para de cair

Kirchnerismo estaria tentando burlar o poder judiciário

“O problema do nosso país é a visão de curto prazo”

Para justificar o afastamento, o presidente da comissão, deputado Fabián Ríos (Frente para a Vitória), disse que o mandato de Despouy venceu em março de 2010 e que o comando da AGN deveria ter sido considerado vago.

A oposição afirmou que a designação de um novo presidente poderia demorar, mas Ríos afastou a crítica, citando o nome de outro integrante da União Cívica Radical, Horacio Pernasetti. O presidente da comissão disse que a definição do novo presidente da AGN “será automática, uma vez que o partido radical o designe”.

Uma lei obriga que a Auditoria-Geral da Nação seja presidida pela primeira força oposicionista do país.

Continua após a publicidade

Publicidade