Clique e assine a partir de 8,90/mês

Arabia Saudita denuncia ingerência da Rússia em seus assuntos internos

Por Da Redação - 15 jul 2012, 09h22

A Arábia Saudita classificou de “ingerência flagrante e injustificada em seus assuntos internos” a declaração de uma autoridade russa sobre os confrontos entre manifestantes xiitas e a polícia no leste do país.

Konstantin Dolgov, representante russo para os direitos humanos, expressou no site do ministério russo das Relações Exteriores sua “profunda inquietação” após a morte de dois xiitas no dia 9 de julho nos confrontos após a prisão de um religioso no leste da Arábia Saudita.

O funcionário russo falou de “risco” para a estabilidade do país, pediu a Riad que aja para evitar um conflito “sectário” e que respeite “os direitos humanos, entre eles a liberdade de expressão”.

“É uma ingerência flagrante e injustificada nos assuntos do reino”, disse um porta-voz do ministério saudita das Relações Exteriores, citado no sábado pela agência oficial Spa.

O porta-voz disse esperar que “esta declaração não tenha por objetivo desviar a opinião pública sobre os massacres selvagens e abjetos cometidos pelo regime sírio contra seu povo, com o apoio de algumas partes que dificultam qualquer esforço sincero para por fim ao banho de sangue dos sírios”.

Continua após a publicidade
Publicidade