Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Número de mortes em terremoto no Haiti passa de 1.200

Primeiro-ministro Ariel Henry declarou estado de emergência por um mês

Por Redação Atualizado em 15 ago 2021, 20h23 - Publicado em 15 ago 2021, 08h48

O terremoto no Haiti no sábado, 14, deixou pelo menos 1.297 pessoas mortas e 5.700 feriadas, segundo atualização da agência de proteção civil do país na noite deste domingo, 15.

A maioria das mortes ocorreu no sul do Haiti, onde cerca 500 vidas foram perdidas. O terremoto destruiu aproximadamente 2.868 casas e danificou 5.410, disseram autoridades da agência.

Na cidade costeira de Les Cayes, gravemente afetada, algumas famílias resgataram seus poucos pertences e passaram a noite em um campo de futebol ao ar livre. Na manhã de domingo, os moradores fizeram fila para comprar bananas, abacates e água em uma feira livre local.

O epicentro do terremoto foi identificado a 8 km da cidade de Petit Trou de Nippes, a cerca de 150 km da capital Porto Príncipe. O tremor de grandes proporções foi sentido também na República Dominicana, Cuba e Jamaica.

As rodovias do Haiti estão danificadas devido ao deslizamento de terra provado pelo terremoto, de acordo com o governo. Vários edifícios, incluindo hotéis, hospitais e igrejas foram gravemente afetados.

Ainda segundo o governo haitiano, recursos estão sendo mobilizados para ajudar as vítimas. Funcionários de hospitais se queixam da falta de suprimentos para dar conta da sobrecarga. O primeiro-ministro Ariel Henry declarou estado de emergência por um mês.

Depois de um terremoto de magnitude 7,2 atingir o Haiti neste sábado, 14, um novo tremor de 5,9 aconteceu no país.

Continua após a publicidade
Publicidade