Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após protestos, ministro da Justiça da Romênia renuncia

Florin Iordache foi apontado como um dos idealizadores do decreto que descriminalizava certos casos de corrupção

O ministro da Justiça da Romênia, Florin Ioardache, renunciou ao cargo nesta quinta-feira. Iordache foi apontado pelo governo social-democrata como um dos idealizadores do decreto que que causou uma série de protestos pelo país por descriminalizar certos casos de corrupção e crimes de abuso de poder em cargos públicos.  

O governo defende que o decreto foi implantado como uma forma de aliviar a superlotação das prisões locais e adaptar o Código Penal às decisões do Tribunal Constitucional. Todavia, a população acredita que a medida prejudicaria a luta contra a corrupção no país, o que gerou os maiores protestos populares desde a queda do regime na Romênia, em 1989.

Semana passada, após intensas pressões populares o governo revogou o decreto. Quatro dias depois, o ministro anunciou à impressa que renunciaria ao cargo, defendendo ainda que todas as suas iniciativas foram legais e constitucionais.

Segundo o jornal The Guardian, a renúncia não foi inesperada. Na quarta-feira, o primeiro-ministro Sorin Grindeau, anunciou que já tinha tomado uma decisão sobre o destino de Iordache, porém demoraria até torná-la pública.

Os protestos continuaram essa semana, porém, em número menor. Também houveram pedidos para a renúncia de Livio Dragnea, o líder do partido social-democrata que enfrenta acusações de fraude.

(Com agencia EFE)