Clique e assine a partir de 9,90/mês

Após 48 dias de quarentena, Espanha libera exercícios ao ar livre

País é o terceiro em número de óbitos do novo coronavírus

Por Ernesto Neves - Atualizado em 2 Maio 2020, 14h28 - Publicado em 2 Maio 2020, 13h57

Pela primeira vez após 48 dias de confinamento radical, cidadãos da Espanha puderam sair às ruas do país para praticar exercícios físicos neste sábado, 2. Nas principais cidades espanholas, os esportistas tomaram avenidas, parques e orlas marítimas.

Das 6h às 10h da manhã, as vias públicas ficaram liberadas para o público em geral. Em seguida, de 10h ao meio-dia, foi a vez de idosos. 

O governo do primeiro-ministro Pedro Sanchéz planeja a reabertura da economia em quatro fases, que se iniciam agora e seguem até o final de junho.

As medidas de confinamento serão suavizadas aos poucos, sempre acompanhando a curva de infecções. Se houve indicativo de uma segunda onda de casos, o relaxamento da quarentena é suspenso.

Continua após a publicidade

A Espanha foi duramente castigada pela Covid-19. Com 18 mil mortes, é o terceiro país com mais vítimas fatais no mundo, atrás de Estados Unidos e Itália.

No pico da doença, no dia 2 de abril, os espanhóis chegaram a registrar 950 mortes em um dia.

Durante quase dois meses, os espanhóis podiam sair de casa apenas para trabalhar, nos casos em que o “home office” não fosse possível, para compra de medicamento, ir ao médico ou passeios com animais de estimação.

Barcelona: espanhóis aproveitam o primeiro dia ao ar livre depois de quarentena por causa da pandemia de coronavírus Nacho Doce/Reuters
Publicidade