Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Após 15 anos de hegemonia, oposição chega ao Governo em Gibraltar

Por Da Redação 9 dez 2011, 08h52

Gibraltar, 9 dez (EFE).- A coalizão socialista trabalhista GSLP-LP, liderada por Fabian Picardo, venceu as eleições em Gibraltar ao obter 48,88% dos votos, contra 46,76% do partido social-democrata (GSD) de Peter Caruana, que governava esse território britânico há 15 anos.

A divisão das 17 cadeiras disputadas no Parlamento foi divulgada nesta sexta-feira pelo administrador eleitoral, após as eleições de quinta-feira, que teve a participação de 82,52% dos 22.157 eleitores.

Depois de 15 anos e meio de Governo, Peter Caruana passará à oposição do Parlamento e Picardo assumirá o posto de novo ministro principal da colônia britânica, situada no extremo sul da Península Ibérica.

A terceira força que concorria às eleições, o PDP, liderada por Keith Azopardi, obteve 4,36% dos votos e não conseguiu representação no Parlamento, como em 2007.

Com o sistema de votos de Gibraltar, esses resultados dão ao GSLP/LP dez cadeiras no Parlamento e ao GSD sete, exatamente o contrário das que esses partidos conseguiram nas últimas eleições, quando Caruana recebeu 49% dos votos e Joe Bossano, então líder do GSLP/LP, 45%.

Fabian Picardo, advogado de 39 anos e que há oito meses lidera o partido em substituição do histórico dirigente socialista Bossano, disse, após a divulgação dos resultados, que ‘depois de uma espera de 16 anos, não podemos esperar mais, temos de começar a trabalhar’.

Caruana expressou seu ‘profundo respeito’ pela opção de mudança dada pelos eleitores e ofereceu sua colaboração ao novo ministro principal, a quem desejou ‘sucesso’. EFE

Continua após a publicidade

Publicidade