Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apoiador de Trump ataca cinegrafista durante discurso sobre imigração

Presidente americano vem sendo criticado pela forma hostil como trata a imprensa e instiga seus eleitores a agredirem jornalistas

Um apoiador do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atacou um cinegrafista da emissora britânica BBC durante comício do republicano em El Paso, no Texas, nesta segunda-feira 11.

Enquanto Trump falava sobre suas propostas de imigrações e construção de um muro na fronteira com o México, o homem empurrou e agrediu verbalmente o operador de câmera Ron Skeans. Outros jornalistas e membros da imprensa que viram a cena tiveram que intervir e retirar o agressor do local.

Skeans afirmou que o “empurrão muito forte” veio de trás, quando ele estava distraído. “Eu não sabia o que estava acontecendo”, contou à BBC.

O cinegrafista relatou ainda que o homem quase bateu contra ele e sua câmera duas vezes antes de ser arrastado por outros jornalistas. O agressor vestia um boné com o slogan da campanha de Trump, “Make America Great Again”.

Assim que notou o que havia acontecido, o presidente confirmou se Skeans estava bem com um gesto de positivo. Quando o operador retribuiu o gesto, Trump continuou seu discurso.

Segundo jornalistas que presenciaram o ataque, o homem pretendia agredir outros membros da imprensa também, mas Ron Skeans acabou sendo o principal alvo. Algumas testemunhas sugeriram que o manifestante estava alcoolizado.

Ataques à imprensa

Donald Trump vem sendo muito criticado pela forma agressiva como trata a imprensa e se refere aos jornalistas em seus tuítes e entrevistas. O presidente frequentemente chama reportagens críticas ao seu governo de “fake news” e os meios de comunicação de “falidos”, “fracassados”, “baixos” e “mentirosos”.

Em novembro de 2018, o repórter da CNN Jim Acosta teve sua credencial permanente de acesso à Casa Branca removida pelo Serviço Secreto depois que se envolveu em uma discussão com o republicano durante uma coletiva de imprensa. No mesmo pronunciamento, o presidente também se desentendeu com outros jornalistas e ordenou que muitos correspondentes se sentassem, usando um tom extremamente agressivo

Trump coleciona também episódios em que instiga seus eleitores a atacar a mídia. Em outubro do ano passado, em comício republicano em Montana, o presidente declarou que, quem agisse como o deputado republicano Greg Gianforte contra o jornalista Ben Jacobs, do jornal The Guardian, seria um dos seus. Trump elogiou Gianforte como um “cara durão”. Em maio do ano passado, ao ser questionado sobre o sistema público de saúde, o deputado republicano agrediu Jacobs aos socos.

Em agosto de 2017, em um evento em Phoenix, no Arizona, o presidente tanto criticou e insultou a imprensa que a plateia por pouco não caiu em cima dos jornalistas ali presentes. Entre eles, estavam repórteres credenciados na Casa Branca, que viajaram com o presidente de Washington ao Arizona. Trump chamou os jornalistas de “doentes” e apontou onde estava a “mídia desonesta, essas pessoas ali encima junto com as câmeras”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Olá, faça uma visita no meu blog.

    Sucesso para ti ❤

    Curtir