Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ao menos 29 morrem em onda de atentados contra igrejas na Nigéria

Por Da Redação 25 dez 2011, 12h24

Lagos, 25 dez (EFE).- Ao menos 29 pessoas morreram neste domingo em cinco atentados perpetrados contra igrejas católicas pela seita islâmica Boko Haram, coincidindo com a celebração do Natal, informou a Agência de Notícias Nigeriana ‘NAN’.

O coordenador da Agência Nacional de Emergências da Nigéria (Nema), Slaku Luggard, informou à ‘NAN’ que 25 corpos foram recuperados até o momento entre os destroços da explosão.

Luggard afirmou que o número de vítimas pode aumentar à medida que os trabalhos de resgate se desenvolvam.

Segundo testemunhas citadas pela agência de notícias nigeriana, cerca de 200 participantes dos serviços religiosos da igreja de Santa Teresa permanecem desaparecidos.

A polícia confirmou ainda a morte de um agente em uma segunda explosão na cidade de Jos (nordeste da Nigéria), que tinha como alvo outra igreja.

Continua após a publicidade

Um terceiro ataque, registrado na cidade de Damaturu, capital do estado de Yobé, causou ao menos três mortes. Segundo fontes policiais, duas bombas foram detonadas na localidade, na qual durante a semana passada morreram pelo menos 61 pessoas em confrontos entre o Boko Haram e as tropas nigerianas.

Na primeira explosão, um terrorista suicida e pelo menos dois soldados morreram em um atentando com carro-bomba contra o Centro de Operações do Exército da cidade. Ainda não se sabe o alcance do segundo ataque, perpetrado contra uma delegacia de polícia da cidade.

Segundo o jornal nigeriano ‘Sunday Trust’, o grupo islâmico Boko Haram reivindicou a onda de atentados contra as igrejas católicas na Nigéria.

A organização, cujo nome significa ‘A educação não islâmica é pecado’, é a mesma que se responsabilizou pelo atentado de agosto passado contra a sede da ONU em Abuja, na qual morreram 24 pessoas. EFE

sa/mm

Continua após a publicidade
Publicidade