Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ao menos 22 vítimas de ataque em festa eram crianças

A região fronteiriça com a Síria deve ser "completamente limpa" do Estado Islâmico e Ancara continua apoiando operações contra os jihadistas, disse ministro

Ao menos 22 das vítimas de um ataque suicida a bomba em uma festa de casamento na cidade turca de Gaziantep no fim de semana tinha menos de 14 anos de idade, disse nesta segunda-feira o presidente Recep Tayyip Erdogan . Uma criança com idade entre 12 e 14 se explodiu em ataque que matou ao menos 51 pessoas, informou Erdogan no domingo, acrescentando que evidências iniciais sugerem que o ato foi orquestrado pelo Estado Islâmico (EI).

O presidente autoridade disse que o número de 51 mortos não inclui o autor do ataque. Autoridades disseram que um colete de explosivos foi encontrado no local do ataque mais mortal entre uma série de atos realizados na Turquia neste ano. O EI foi culpado por ataques similares na Turquia, muitas vezes tendo como alvos multidões curdas em esforços para inflamar tensões étnicas.

Leia também
Homem-bomba mata dezenas em atentado na Turquia
Irmão do pequeno Omran sucumbe aos ferimentos em Aleppo

‘Limpeza’ — A região fronteiriça turca com a Síria deve ser “completamente limpa” do Estado Islâmico e Ancara continua a apoiar operações na luta contra os jihadistas, disse nesta segunda o ministro do Exterior, Mevlut Cavusoglu. Rebeldes sírios preparam um ataque para tomar do Estado Islâmico a cidade síria de Jarablus, na fronteira com a Turquia, disse um rebelde sênior no domingo, em ação que pode frustrar esperanças curdas de expansão na área. Cavusoglu deu entrevista coletiva após conversas com o chanceler da Lituânia, Linas Linkevicius.

(Com agência Reuters)