Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Antimonarquista neozelandês tentou atacar príncipe Charles

Homem de 74 anos comprou estrume para atirar contra membro da família real

Um neozelandês de 74 anos admitiu nesta terça-feira que desejava jogar estrume no príncipe Charles e em sua mulher, Camila, durante a visita do casal à Nova Zelândia, e saiu em liberdade após o pagamento de fiança. Sam Bracanov recebeu uma ordem judicial que o proíbe de ficar a menos 500 metros do casal real britânico.

Bracanov, apresentado pela polícia como um “antimonarquista conhecido”, foi detido na segunda-feira pouco antes da aproximação de Charles e Camila da multidão que esperava o casal em Auckland.

Leia também:

Leia também: Cartas secretas do príncipe Charles causam disputa judicial

O idoso se declarou inocente da acusação de preparar um ataque, mas admitiu que comprou estrume de cavalo e o misturou com água para lançar contra Charles. Em 1994, Bracanov tentou usar um desodorante contra o príncipe de Gales para tentar “suprimir a pestilência da realeza”, como afirmou na época.

(Com agência France-Presse)