Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Aniversariante, Putin vira ‘Hércules’ em exposição em Moscou

Desenhos são presente para o 'czar', que completou 62 anos. As imagens, grotescas, fazem alusão a questões atuais, como as sanções impostas contra a Rússia como punição pela invasão da Ucrânia

Por Da Redação 7 out 2014, 17h26

Para um homem que já abraçou um urso polar, voou ao lado das grandes garças e acertou um tigre com um dardo tranquilizante, Vladimir Putin comemorou seus 62 anos de maneira surpreendentemente discreta nesta terça-feira. Ele tirou folga no dia do aniversário e retirou-se para a taiga siberiana para uma comemoração particular. Seus admiradores, no entanto, não foram tão contidos na hora de prestar homenagens, demonstrando como o ‘czar’ consegue manipular a população de seu país.

Em uma pequena galeria de Moscou, uma exposição grotesca retratou Putin como o herói grego Hércules e transformou temas da atualidade nos doze trabalhos cumpridos. Desde o estrangulamento do leão de Nemeia – no caso, de um homem bomba representando o terrorismo – até a captura do cão Cérbero, de três cabeças, que simboliza a luta contra o mundo unipolar liderado pelos Estados Unidos.

Houve espaço ainda para a luta de Putin contra a Hidra de Lerna, ou as sanções do Ocidente contra a Rússia. A cabeça americana de hidra foi cortada, refletindo o veto à importação de produtos alimentícios dos Estados Unidos, União Europeia, Noruega, Canadá e Austrália, imposto pelo governo russo em represália a sanções. A anexação da península ucraniana da Crimeia – ilegal, lembre-se – é retratada como a captura do touro de Creta.

Leia também:

Putin: ‘Se eu quiser, tomo Kiev em duas semanas’

Putin com leopardo e Obama com poodle: provocação russa

Ginasta apontada como namorada de Putin vai comandar império de comunicação

Lágrimas de Vladimir Putin deixam russos perplexos

Continua após a publicidade

O organizador da exposição foi o estudante de ciência política Mikhail Antonov, que explicou o significado das figuras e disse que o objetivo é mostrar uma imagem diferente daquela que “a imprensa ocidental” divulga de Putin. “Aqui nós o vemos completando essas tarefas heroicas”, destacou, em entrevista ao jornal britânico The Guardian. Segundo Antonov, os quadros foram pintados por um “coletivo de artistas” que seguem sua página em homenagem a Putin no Facebook.

O Guardian afirmou que a maioria dos visitantes da exposição na segunda-feira – os desenhos ficariam expostos apenas por uma noite – eram jornalistas. Havia também um grupo de estudantes que atendeu ao convite do fã de Putin. Anna Mkutekyan, estudante de finança, disse que “não sabe o suficiente de política para criticar o presidente”, mas acrescentou que ela e seus amigos concordam com as ações do governo e são “orgulhosos do país”.

A combinação de controle da informação, narrativa constante de que o “Ocidente” quer debilitar a Rússia, e as raízes profundas do nacionalismo russo explicam os altos índices de aprovação de Putin entre os russos. Com isso, ele fortalece seu autoritarismo e consegue silenciar as críticas a respeito da economia e o custo político e econômico do conflito na Ucrânia, debochando das tentativas de EUA e UE de conter suas ambições no país vizinho.

Em VEJA: O que quer Vladimir Putin?

Mais comemorações – Os arroubos de idolatria pelo presidente não pararam aí. “Feliz aniversário, presidente da Rússia!”, entoaram crianças em um vídeo meloso publicado na Internet. “Sua vida é como uma centena de marcos cruciais para nosso país”, cantaram as crianças em uma sala de aula. Os pequenos também formam a clássica imagem de um coração.

As autoridades da Chechênia organizaram um ato público para 100.000 pessoas. Em uma ponte de Moscou, uma faixa foi colocada mostrando o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, inimigo do Kremlin, vestindo uma camiseta com votos de feliz aniversário a Putin.

Segundo o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, essa é a primeira vez que Putin tira folga no dia do aniversário desde que assumiu o poder na Rússia, no ano 2000. “Está descansando”, resumiu o porta-voz.

https://youtube.com/watch?v=lqGaDP7z52g%3Frel%3D0

(Com agências Reuters e France-Presse)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês