Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Amigos de Tsarnaev são indiciados por obstruir justiça

Jovens cazaques de 19 anos podem ser condenados a até 25 anos de prisão

Por Da Redação 8 ago 2013, 18h59

Um júri federal dos Estados Unidos indiciou nesta quinta-feira dois amigos de Dzhokhar Tsarnaev, um dos irmãos responsáveis pelo atentado em Boston, por obstrução da Justiça. Se considerados culpados, Azamat Tazhayakov e Dias Kadyrbayev, ambos de 19 anos e nascidos no Cazaquistão, podem ser condenados a até 25 anos de prisão. Eles também podem ser deportados e, ainda, multados em 250 000 dólares cada um.

Os dois jovens são acusados de ajudar a esconder provas relacionadas ao ataque que deixou três mortos e mais de 260 feridos, em abril. Eles já haviam sido acusados de conspiração para obstrução da Justiça, em maio. Permanecem detidos desde então. Se forem considerados culpados, eles podem ser condenados a até 20 anos pela acusação de obstrução e até cinco pela de conspiração.

Leia também:

Leia também: Boston: jovem acusado de prestar falso testemunho é liberado

A promotoria os acusa de terem jogado fora uma mochila contendo itens para fabricação de explosivos e um laptop que estavam no quarto de Dzhokhar na Universidade de Massachusetts-Dartmouth.

Um advogado de Tazhayakov disse à agência Reuters que seu cliente “não tinha motivo ou ordem de Tsarnaev para destruir provas”. Arkady Bukh afirmou que tenta há três meses persuadir os promotores a retirarem as acusações. “Infelizmente, não conseguimos convencê-los. A essa altura, há pouco a ser feito a não ser ir a julgamento”.

Continua após a publicidade
Publicidade