Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Americanos gritarão ‘descontroladamente para o céu’ contra Trump

Milhares de pessoas se reunirão em parques de cidades americanas para protestar contra o atual chefe da Casa Branca no aniversário de eleição presidencial

Para lembrar um ano desde que Donald Trump foi declarado vencedor das eleições dos Estados Unidos, milhares de pessoas prometem fazer barulho – literalmente. Como forma de “expressar a raiva sobre o atual estado da democracia”, um grupo em Nova York irá se reunir para gritar contra o mandato do atual chefe da Casa Branca. Mais de duas mil pessoas já confirmaram presença no evento pelo Facebook.

A solenidade, batizada de “grite descontroladamente para os céus no aniversário da eleição”, está marcada para o dia 8 de novembro, doze meses depois de Trump ter sido eleito o 45º presidente americano. Até o momento, mais de 15 mil pessoas registraram ‘interesse’ na participação da gritaria programada para duraruma hora em um parque em Nova York.

O evento original, agendado para acontecer em Boston, contava com mais de quatro mil participantes confirmados e 33 mil interessados, mas foi cancelado nesta terça-feira por “desafios logísticos e legais”. A VEJA, Joanna Schulman, uma ativista local envolvida na organização do protesto, disse que “os organizadores trabalham para determinar a possibilidade de um evento alternativo”. “Está claro que há um desejo por parte de muitos americanos de expressar sua oposição ao governo Trump no aniversário da eleição”, analisou.

“Esse governo atacou tudo aquilo que significa ser americano”, disse Schulman à revista americana Newsweek nesta sexta-feira. “O encontro nos faz lembrar que não estamos sozinhos, que somos partes de uma comunidade gigantesca de ativistas que estão motivados e bravos, cujas ações podem fazer a diferença”.  O evento em Nova York continua de pé, e inspirou outros protestos no mesmo tom que acontecerão na Filadélfia e em Austin, no Texas.

Evento no Facebook marca aniversário da eleição de Donald Trump nos EUA

Evento no Facebook marca aniversário da eleição de Donald Trump nos EUA (Reprodução/Facebook)