Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Americano que matou 12 em cinema é condenado a 3.318 anos de prisão

Em 2012, James Holmes abriu fogo contra a plateia que assistia ao filme 'Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge' em Aurora, no Colorado

O atirador James Holmes, considerado culpado por matar doze pessoas em um cinema de Aurora, no Estado americano de Colorado, em 2012, foi condenado por um juiz nesta quarta-feira a 3.318 anos de prisão.

O juiz Carlos Samour Jr. formalizou a decisão do júri que, no início de agosto, pediu a prisão perpétua do atirador. Holmes, que também feriu 70 pessoas na ação, escutou a sentença de pé e apresentando calma.

Leia também:

Júri descarta doença mental, e atirador pode ser condenado à morte nos EUA

“É a decisão desta corte que o acusado nunca volte a pôr o pé na sociedade”, destacou o magistrado, que decidiu condenar Holmes, que agora tem 27 anos. “Se há algum caso que mereça pena capital é esse. O acusado não merece nenhum tipo de simpatia”, considerou o juiz, pedindo na sequência que o condenado fosse tirado da sala.

Com a sessão desta quarta-feira, chega ao fim um dos julgamentos mais longos da história dos Estados Unidos.

Há três anos, Holmes lançou gás lacrimogêneo em uma sala de cinema da cidade de Aurora que exibia o filme Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge e abriu fogo contra os presentes, causando a morte de 12 pessoas e ferindo outras 70. Ele tinha 24 anos e, ao ser detido pela polícia, se identificou como “Coringa”, um dos inimigos de Batman no longa-metragem.

(Com EFE)