Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Americano que baleou deputada é alvo de novas acusações

Autoridades irão avaliar se ele poderá ser condenado à morte ou à prisão perpétua

Promotores federais dos EUA apresentaram 49 novos indiciamentos nesta sexta-feira contra Jared Lee Loughner, americano que disparou contra uma deputada e dezenas de outras pessoas em janeiro no Arizona. Com base nas novas acusações, as autoridades do Departamento de Justiça irão avaliar se ele poderá ser condenado à morte ou à prisão perpétua.

Os novos indiciamentos são pelo crime de homicídio doloso de funcionários públicos federais – um magistrado e um assessor parlamentar. O ataque, realizado durante um evento político ao ar livre, tinha como alvo a deputada democrata Gabrielle Giffords, que levou um tiro na cabeça e está se recuperando numa instituição do Texas.

Loughner, de 22 anos, foi indiciado também pelos assassinatos de outras pessoas, “participantes de uma atividade oferecida pela esfera federal”. O réu, um ex-universitário com um histórico de problemas mentais, deixou ao todo seis mortos e 13 feridos no ataque. Ele declarou-se inocente.

(Com agência Reuters)