Clique e assine a partir de 9,90/mês

Aluno que confrontou atirador em faculdade vira herói nos EUA

O ex-soldado americano Chris Mintz levou sete tiros, mas sobreviveu ao ataque

Por Da Redação - 2 out 2015, 16h51

Um aluno da faculdade comunitária Umpqua, onde um atirador matou nove pessoas na quinta-feira, é o novo herói da cidade de Roseburg, no estado do Oregon. O ex-soldado americano Christ Mintz, de 30 anos, confrontou o atirador que invadiu a faculdade, identificado pela imprensa americana como Chris Harper Mercer, e levou sete tiros. Mintz sobreviveu ao ataque e se recupera de uma cirurgia.

“Espero que o pessoal esteja bem”, disse o herói à emissora ABC News na manhã desta sexta-feira. “Estou preocupado com os outros alunos.”

Leia mais:

Atirador que matou nove estudantes é identificado pela imprensa

Continua após a publicidade

De acordo com testemunhas, o ex-militar evitou uma tragédia ainda maior. “Ele correu até a biblioteca, acionou o alarme e avisou os alunos que eles precisavam sair do prédio. Depois, ele voltou para o local onde o atirador estava”, contou a aluna Hannah Miles à ABC News.

Enquanto confrontava o atirador, na tentativa de salvar os outros alunos, Mintz pediu para não ser morto, pois ontem era o aniversário de seu filho autista, de 6 anos. O atirador ignorou o apelo e baleou o ex-soldado.

Mintz levou sete tiros nas costas, no abdômen e nas mãos e teve as duas pernas quebradas. Além dos nove mortos, sete alunos ficaram feridos no tiroteio, entre eles o ex-soldado.

Cidade de heróis – Roseburg é também a terra natal de Alek Skarlatos, um dos três amigos americanos que, em agosto, ajudaram a conter o terrorista dentro do trem que fazia o trajeto entre Paris e Amsterdã. Membro da Guarda Nacional dos Estados Unidos, Skarlatos ajudou a impedir que um marroquino de 26 anos, que estava armado com um fuzil AK-47, uma pistola Luger e uma faca, abrisse fogo contra os passageiros.

Continua após a publicidade
Spencer Stone, Anthony Sadler e Alek Skarlatos compareceram a uma cerimônia na casa da embaixadora americana na França, Jane Hartley, no último domingo (23)
Spencer Stone, Anthony Sadler e Alek Skarlatos compareceram a uma cerimônia na casa da embaixadora americana na França, Jane Hartley, no último domingo (23) VEJA

(Da redação)

Publicidade