Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aliança para novo governo de Merkel fracassa na Alemanha

Partido liberal desiste de apoiar coalização para garantir o quatro mandato da primeira-ministra; impasse pode levar alemães novamente às urnas

Dois meses depois de vencer as últimas eleições, a primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, ainda não conseguiu formar um novo governo para o seu quarto mandato. Com 32,9% votos, Merkel foi a mais votada, mas precisa compor uma maioria parlamentar para poder continuar no cargo. As negociações, no entanto, fracassaram, depois que o partido liberal FDP desistiu de participar do governo.

“É preferível não governar do que governar mal”, declarou à imprensa o presidente dos liberais, Christian Lindner. O político afirmou que os partidos envolvidos – os conservadores de Merkel, os Verdes e o seu – não conseguiram encontrar uma “base comum” para um acordo.

A questão da imigração foi um dos principais entraves nas negociações após a generosa política de acolhida de refugiados lançada por Merkel em 2015 e 2016. Os partidos não conseguiram chegar a um acordo sobre o direito dos refugiados em ter o reagrupamento familiar na Alemanha.

Se o impasse permanecer e o governo não for formado, a primeira-ministra se verá obrigada a convocar novas eleições, possivelmente já para o início de 2018. Em uma nova configuração, com outro resultado, as legendas voltariam a conversar sobre uma aliança.