Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Aliada e sósia de Benazir presidirá Parlamento

Por Giancarlo Lepiani - 19 mar 2008, 11h42

A Assembléia Nacional do Paquistão elegeu a deputada Fehmida Mirza (foto), de 51 anos, para presidir a Casa na nova legislatura, inaugurada nesta semana. A eleição de Mirza foi mais uma derrota do presidente Pervez Musharraf — integrante do partido da ex-premiê Benazir Bhutto, ela derrotou com facilidade um candidato da legenda de Musharraf (249 votos contra 70). “É um prazer anunciar que esta Casa elegeu uma nova presidente. Será a primeira mulher a comandar o Parlamento”, disse Chaudhry Amir Hussain, ocupante do cargo até esta quarta-feira.

Além de integrante do Partido do Povo do Paquistão (PPP) de Bhutto, Mirza também é aliada do viúvo da premiê, Asif Ali Zardari. A nova presidente da Assembléia também tem grande semelhança física com a Benazir, morta num atentado terrorista em dezembro. “Fazer oposição é fácil, mas sentar nesta cadeira traz muita responsabilidade”, disse ela pouco depois de ser eleita. “Se Deus quiser, serei capaz de cumprir as expectativas.”

Publicidade