Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alerta de bomba força evacuação de avião da Germanwings

A aeronave se preparava para fazer o trajeto entre Colônia e Milão. Esquadrão antibomba e cães farejadores vasculharam o avião e não encontraram nenhum artefato suspeito

Um avião que faria o voo da companhia Germanwings, entre Colônia, na Alemanha, e Milão, na Itália, teve de ser esvaziado neste domingo após um alerta de bomba, informou a empresa de baixo custo alemã. Há três semanas, a empresa foi abalada pela queda de um Airbus de sua frota nos Alpes franceses. Em um comunicado, a subsidiária da Lufthansa explicou ter sido informada da situação pela polícia. “O avião não tinha decolado e foi esvaziado em seguida”, informa o comunicado. “Todos os passageiros foram retirados com tranquilidade e segurança da aeronave”, completa o texto.

Leia também

Lufthansa não informou transtornos psíquicos de copiloto a autoridades

Avião da Germanwings tem rota desviada na Alemanha após vazamento de óleo

Segunda caixa-preta confirma ação deliberada do copiloto na queda do avião

Famílias de vítimas do voo da Germawings devem receber indenizações diferentes

O caso aconteceu menos de um mês depois que um voo da empresa que fazia o trajeto entre Barcelona e Düsseldorf caiu nos Alpes franceses com 150 pessoas a bordo, num incidente que, segundo as investigações francesa e alemã, foi causado intencionalmente pelo copiloto Andreas Lubitz.

A empresa informou que depois da denúncia de bomba, o piloto estacionou a aeronave em um local previsto para estes casos. O avião foi revisado por um esquadrão antibomba e por cães farejadores treinados, acrescentou a empresa. A polícia informou não ter encontrado nenhum elemento suspeito e o voo foi reprogramado.

(Da redação)