Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Alemão suspeito de incêndios enfrenta 37 acusações

Ataques contra carros em Hollywood causaram prejuízo de US$ 3 milhões

Por Da Redação 5 jan 2012, 00h37

Harry Burkhart, o jovem alemão detido na segunda-feira acusado de provocar quase 50 incêndios em Los Angeles, enfrenta 37 acusações e teve sua fiança fixada em 2,85 milhões de dólares, informaram os promotores nesta quarta-feira. O juiz de Los Angeles Upinder S. Kalra negou a liberdade provisória, argumentando que os relatórios dos investigadores indicam que o cidadão alemão, nascido na Rússia, agiu “motivado por sua ira contra os americanos”.

Burkhart, de 24 anos, se apresentou visivelmente nervoso nesta quarta-feira em um tribunal californiano como suposto autor dos incêndios que causaram pânico nos habitantes de Hollywood durante quatro noites consecutivas. Os ataques, que aconteceram de 30 de dezembro a 2 de janeiro e tiveram os veículos como seu alvo principal, feriram um bombeiro e provocaram danos materiais de até 3 milhões de dólares.

As autoridades assinalaram que os incêndios começaram após a detenção da mãe de Burkhart, com quem este vivia há apenas alguns meses em Los Angeles, para que fosse deportada por acusações de fraude na Alemanha.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade