Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alemanha qualifica de ‘monstruosa’ a ameaça síria de usar armas químicas

Berlim, 23 jul (EFE).- O ministro das Relações Exteriores alemão, o liberal Guido Westerwelle, qualificou nesta segunda-feira de ‘monstruosa’ a declaração por parte do regime sírio com relação ao possível emprego de armas químicas em caso de uma eventual agressão de forças estrangeiras.

‘Ameaçar usar armas químicas é monstruoso. Com isso, o regime sírio volta a fazer patente sua postura de desprezo pelo ser humano’, disse o chefe da diplomacia alemã, citado por fontes de sua pasta.

Ao mesmo tempo, Westerwelle exigiu ‘categoricamente que todas as forças na Síria contribuam de maneira responsável para vigiar um eventual arsenal de armas químicas’.

O regime de Bashar al Assad divulgou hoje que não irá usar armas químicas no interior da Síria, mas condicionou seu uso a uma eventual agressão de forças estrangeiras, segundo o porta-voz de Relações Exteriores sírio, Jihad Maqdisi.

‘As armas estão vigiadas e armazenadas, e não serão empregadas, a menos que a Síria se exponha a uma agressão externa’, acrescentou o porta-voz, que descartou ao mesmo tempo o uso desse tipo de armamento contra os grupos opositores armados no país. EFE