Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Alemanha prende 3 refugiados sírios suspeitos de colaborar com EI

Os três estavam sendo investigados havia meses pela polícia alemã, que também apreendeu celulares, computadores e documentos com os refugiados detidos

Por Da redação - Atualizado em 13 set 2016, 15h39 - Publicado em 13 set 2016, 07h32

Três solicitantes de asilo sírios foram presos nesta terça-feira, na Alemanha, sob a suspeita de colaborar com o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), confirmou uma porta-voz do Escritório Federal de Polícia Criminal (BKA, sigla em alemão) ao jornal Die Welt.

Agentes da BKA e de uma unidade especial da Polícia Federal estiveram nesta manhã, por ordem da Promotoria, em três centros de acolhimento de refugiados e em vários apartamentos nos Estados de Schleswig-Holstein e Baixa Saxônia, no norte do país.

Leia também
Nigeriana dá à luz em navio de resgate no Mediterrâneo
França já prendeu quase 300 neste ano por vínculos com o terror
Hollande diz que polícia impediu “atentado iminente” no país

Os agentes apreenderam vários telefones celulares, computadores, pen drives e documentos. Segundo informações do Die Welt, os três suspeitos estavam sendo investigados pela BKA havia vários meses. Atualmente, a BKA conta com mais de 400 advertências contra refugiados suspeitos de terrorismo. No entanto, na maioria dos casos se trata de acusações falsas ou simplesmente confusas. Mesmo assim, em sessenta casos foram abertas investigações.

(Com agência EFE)

Publicidade