Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Alemanha: grande banco pede socorro

O Commerzbank, um dos principais institutos bancários privados da Alemanha, anunciou nestasegunda-feira que precisa da ajuda do fundo de resgate do governo alemão. A instituição solicitou uma ajuda de 8,2 bilhões de euros do fundo de resgadte criado para bancos privados, com o obejtivo de reforçar sua liquidez, assim como uma opção a um aval de 15 bilhões de euros para sustentar seus fundos de investimento.

Depois da empresa de financiamento imobiliário Hypo Real Estate, o Commerzbank é o segundo banco alemão que solicita ajuda ao fundo de até 500 bilhões de euros criado pelo governo alemão. Entre julho e setembro de 2008, o Commerzbank registrou perda de 285 milhões de euros, após obter um lucro de 339 milhões de euros no segundo trimestre do presente ano, anunciou o banco em sua central em Frankfurt.

Crise � Os efeitos da crise financeira apontam em vários sentidos na Europa. Os 27 países do bloco europeu decidiram neste fim de semana adiar até 2015 as novas regras de proteção ao meio ambiente referentes a carros fabricados e vendidos no continente. A estimativa era de que os investimentos para emitir menos CO2, o principal gás-estufa, seriam equivalentes a 44 bilhões (cerca de R$ 120 bilhões) por ano.

O plano para a redução das emissões havia sido apresentado no fim de 2007. Os gases emitidos pelos carros é um dos principais pontos da meta que pretendia reduzir em 20% as emissões de CO2 na atmosfera até 2020. Também foi proposta uma utilização de 20% de energias renováveis e uma economia de 20% no uso de energia em geral. Agora, todos os planos estão adiados por falta de investimentos.

Para visualizar a linha do tempo, você precisa ter instalado a versão 7.0 do Flash Player. Clique aqui para baixar.