Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Al Qaeda reivindica autoria de ataque que matou 48 soldados sírios no Iraque

Atentado aconteceu após soldados leais ao regime sírio se infiltraram em território iraquiano

Por Da Redação - 11 mar 2013, 11h07

A organização Estado Islâmico do Iraque, vinculada à Al Qaeda, reivindicou nesta segunda-feira a autoria do ataque ocorrido há uma semana contra um comboio militar na província iraquiana de Al-Anbar (oeste), no qual morreram 48 soldados sírios e nove iraquianos.

Em comunicado postado na internet, a organização terrorista explicou que começou a preparar o ataque depois que o Exército Livre da Síria tomou o controle da passagem fronteiriça de Al Yarbia e soldados leais ao regime sírio se infiltraram em território iraquiano.

Esse atentado é o primeiro no qual morrem militares do regime de Bashar Assad no Iraque desde que teve início o conflito na Síria, em março de 2011.

(Com agência EFE)

Publicidade