Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ainda é cedo para reunião com o Norte, diz presidente sul-coreano

Moon Jae-in ainda não confirmou se aceitará convite de Kim Jong-un para um encontro em Pyongyang

Ainda é muito cedo para considerar uma reunião com a Coreia do Norte, apesar da aproximação propiciada pelos Jogos Olímpicos de Inverno – considerou o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, neste sábado.

“Há grandes esperanças para uma cúpula Norte-Sul, mas creio que seja um pouco precipitado”, declarou o presidente aos jornalistas em Pyeongchang, durante uma visita ao centro de imprensa da Olimpíada.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, convidou Moon Jae-in para um encontro em Pyongyang. O ditador enviou uma carta por meio de sua irmã Kim Yo-jong, primeira da dinastia a pisar em solo sul-coreano desde o fim da Guerra da Coreia, durante os Jogos de Inverno.

No último sábado Yo-jong afirmou que seu irmão queria se encontrar com Moon “em uma data próxima”. O presidente sul-coreano não havia confirmado nada oficialmente, mas segundo uma autoridade de seu gabinete, “praticamente aceitou” participar da reunião em um primeiro momento.

Segundo analistas, a estratégia de aproximação norte-coreana busca perturbar as relações entre Seul e Washington, assim como enfraquecer a determinação da comunidade internacional.

Na véspera da cerimônia de abertura dos Jogos, Pyongyang organizou um desfile militar para celebrar o 70º aniversário de seu Exército, em 8 de fevereiro, em vez de 25 de abril. Nele, foram exibidos mísseis balísticos intercontinentais. A demonstração de força prova que Kim Jong-un ainda está longe de desistir de seu programa militar avançado e nuclear.