Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aeroporto de Bruxelas deve reabrir parcialmente nesta semana após ataque

O aeroporto de Bruxelas começou a testar nesta terça-feira uma área improvisada de check-in que permita uma retomada limitada de voos de passageiros nos próximos dias, exatamente uma semana após os ataques suicidas ao terminal e a uma estação do metrô na capital belga. Uma estrutura temporária foi montada para substituir a área de embarque, que ficou extremamente danificada quando duas bombas explodiram no local na terça-feira passada.

Pouco depois uma bomba explodiu em um vagão de metrô lotado em Bruxelas. Os dois ataques mataram 35 pessoas. “O que temos hoje é um teste para ver se todos os procedimentos estão em ordem”, disse a porta-voz do Aeroporto de Bruxelas. Se todos os requisitos forem cumpridos, o aeroporto pode reabrir ainda na quarta-feira, mas com no máximo 20% de sua capacidade.

Leia também

Suspeito de atentados em Bruxelas é liberado por falta de provas

Bélgica identifica 28 das 31 vítimas de atentados em aeroporto e metrô

Investigadores não questionaram terrorista preso sobre ataques iminentes em Bruxelas

Os testes incluem verificações de segurança e procedimentos anti-incêndio, assim como questões operacionais como o encaminhamento de bagagens e a sinalização do terminal. Inicialmente a empresa BSC, que coordena o Aeroporto de Bruxelas, havia informado que só alguns voos da companhia aérea belga Brussels Airlines poderiam partir do local. Assim que a capacidade operacional for expandida, outras companhias serão liberadas para operar.

(Com agência Reuters.)