Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Aeroporto de Bali reabre após alerta de erupção de vulcão

Serviços de voo ficaram suspensos durantes três dias após alerta de nível máximo do Monte Agung; Centro de Vulcanologia ainda adverte para risco de erupção

Por EFE 29 nov 2017, 10h43

O Aeroporto Internacional de Ngurah Rai, na ilha de Bali, reabriu nesta quarta-feira após permanecer três dias fechado por conta da ameaça do aumento da atividade do vulcão Agung, que vem jogando nuvens de cinza desde segunda-feira.

O diretor de informações da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNBP, sigla em indonésio), Sutopo Purwo Nugroho, confirmou à Agência Efe que o aeroporto retomou suas atividades às 15h do horário local (5h de Brasília).

“Todos os voos de partida e chegada estão agora em operação”, comunicou Angkasa Pura, empresa responsável pela operação do aeroporto, por meio do Twitter.

Além disso, as autoridades rebaixaram o alerta de aviação para laranja (um grau inferior ao alerta máximo – vermelho) depois de se reunir no aeroporto e avaliar as condições atuais, diz o comunicado do Ministério do Turismo.

  • A companhia aérea de Cingapura, Singapore Airlines, anunciou em seu site oficial que pelo menos dois voos deixarão a ilha indonésia para a cidade-estado e negocia a aprovação da saída de novos voos.

    Na última segunda-feira, a operadora do aeroporto decidiu pelo fechamento “devido às cinzas vulcânicas” que poderiam afetar os motores das aeronaves e aumentar o risco de um acidente aéreo. Mais de 100.000 pessoas foram prejudicadas pelo cancelamento de quase 900 voos procedentes e com destino a Bali.

    No entanto, o Centro de Vulcanologia e Mitigação de Riscos Geológicos ainda adverte sobre o risco de uma grande erupção, preferindo manter o nível de alerta máximo e a zona de segurança de 10 quilômetros ao redor da cratera.

    O vulcão Agung fica no leste da ilha no distrito de Karangasem, cerca de 70 quilômetros de distância da maioria das atrações turísticas.

    Trata-se da primeira erupção do vulcão desde 1963, quando a expulsão de magma durou quase um ano e causou mais de 1.100 mortos. Bali é o principal destino turístico da Indonésia, com uma afluência anual que ronda os 5,4 milhões de turistas estrangeiros, segundo dados oficiais.

    Continua após a publicidade
    Publicidade