Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Aéronave em voo clandestino cai e deixa 2 mortos no Panamá

Por Da Redação 4 dez 2011, 13h20

Panamá, 4 dez (EFE).- Um piloto americano, que tinha sido proibido de voar no Panamá, e um panamenho morreram no último sábado após a queda da aeronave, a qual operava clandestinamente, informou neste domingo a Polícia Nacional.

Um porta-voz da Polícia local explicou à Agência Efe que o piloto, identificado como Monty Polo, ‘tinha sido proibido de voar no país porque já havia se envolvido em outro acidente em 2009’.

Além do piloto, o panamenho Josué Cedeño também morreu. Segundo a fonte, por ser um voo clandestino, não se sabe de que ponto a aeronave partiu. O que se sabe é que o pequeno avião caiu no último sábado, às 20h30 (horário de Brasília), no distrito de Chame, a cerca de 80 quilômetros da capital panamenha.

‘A aeronave, um aparelho esportivo com número de motor N-53, ficou completamente destroçado, o que dificultou a visualização de seu número de matrícula’, indicou a Polícia local.

A investigação do acidente ficou nas mãos da justiça e da Autoridade Aeronáutica Civil. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade