Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Advogados de Mubarak vão apelar contra condenação à prisão perpétua

Por Da Redação 2 jun 2012, 15h05

(Atualiza com declarações do advogado de Adli)

Cairo, 2 jun (EFE).- Os advogados de Hosni Mubarak informaram que vão apelar contra a condenação à prisão perpétua do ex-presidente do Egito pela morte de manifestantes.

A partir deste sábado, os defensores de Mubarak têm 60 dias para apresentar um recurso à Justiça, disse à Agência Efe Mahmoud Hashim, advogado de dois ex-assessores do Ministério do Interior que foram julgados com Mubarak sob a mesma acusação, mas acabaram absolvidos por falta de provas. Já Habib al Adli, ex-titular da pasta, foi condenado, assim como o ex-presidente, à prisão perpétua.

Mubarak, de 84 anos, e seus dois filhos, Gamal e Alaa, foram absolvidos nos processos por crimes de corrupção.

Hashim acrescentou que a equipe de defesa do ex-presidente apelará contra a sentença depois que o tribunal divulgar, nesta semana, os fundamentos jurídicos da decisão, como diz a lei do país.

Já o advogado de Adli, Essam el Batawi, antecipou que também recorrerá da sentença contra seu representado para tentar conseguir a absolvição.

‘A condenação de alguns acusados e a absolvição de outros pelos mesmos crimes representa um desequilíbrio jurídico’, disse Batawi em entrevista à agência estatal egípcia ‘Mena’.

O ex-chefe de Estado foi levado para o hospital da penitenciária de Tora após a sessão de hoje, na qual a justiça ordenou sua transferência. Até então, Mubarak estava internado em um centro médico do Cairo por motivos de saúde. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade