Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Adolescente morre durante confronto entre torcedores e policiais no Egito

Um adolescente de 13 anos morreu e 23 pessoas ficaram feridas na cidade mediterrânea de Port Said, no Egito, durante confronto entre torcedores e a polícia na madrugada deste sábado. O local é a mesmo onde ocorreu, em fevereiro do ano passado, a maior tragédia do futebol no país, que deixou 74 mortos.

As autoridades reforçaram a segurança em torno da sede da Companhia do Canal de Suez, onde ocorriam choques entre torcedores do clube local Al-Masry e a polícia. Os enfrentamentos começaram após os protestos dos torcedores da equipe contra a recente sanção de dois anos imposta a ele pela Federação Egípcia de Futebol. A medida se deve à tragédia de 1º de fevereiro no estádio de Port Said.

O delegado do Ministério da Saúde em Port Said, Helmy Ali al-Afny, afirmou que a maioria dos feridos durante a madrugada apresentava sintomas de asfixia devido ao gás lacrimogêneo. Afny afirmou que o adolescente morto entrou no hospital com um problema cardíaco, embora a fonte de segurança ouvida tenha indicado que a morte foi causada por um disparo.

As forças de segurança dispararam para o alto e lançaram gás lacrimogêneo para dispersar aos manifestantes, que ameaçavam invadir a sede da Companhia do Canal de Suez. Os distúrbios foram condenados por uma das principais organizações juvenis do país, o Movimento 6 de Abril, que em comunicado expressou sua rejeição aos enfrentamentos e pediu calma.

(Com EFE)