Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Adolescente israelense é esfaqueada e morta dentro de casa na Cisjordânia

Autor do ataque foi um palestino de 19 anos. Ele foi morto pelos policiais logo em seguida

Uma adolescente israelense morreu após ser esfaqueada nesta quinta-feira por um palestino em uma colônia da Cisjordânia ocupada. Alel Yafa Ariel, de 13 anos, levou dezena de golpes enquanto dormia em sua casa, na comunidade de Kyriat Arba. Ela foi levada em estado crítico a um hospital de Jerusalém, mas morreu pouco depois.

O agressor, que morreu baleado pelos policiais da colônia, foi identificado como Mohamad Naser Tarayra, um jovem de 19 anos de Bani Naim, um povoado palestino próximo a Hebron.

O Exército de Israel divulgou uma foto do quarto da adolescente, que ela dividia com suas irmãs de 4 e 10 anos, com manchas de sangue no chão e na cama. “Minha filha dormia tranquilamente quando um terrorista veio e a assassinou”, declarou a mãe da vítima, Rina Ariel, à imprensa israelense.

Leia também:

Túnel escavado por prisioneiros judeus durante o nazismo é descoberto na Lituânia

Israel e Turquia chegam a acordo de reconciliação após seis anos de desavenças

Desde 1º de outubro, a mais recente onda de violência na região já deixou 211 palestinos e 32 israelenses mortos, segundo a agência de notícias France-Presse. A maioria dos palestinos mortos eram autores ou suspeitos de atacar israelenses com facas, armas de fogo ou lançando carros contra pessoas.

Muitos dos ataques ocorreram na colônia de Kiryat Arba e na cidade vizinha de Hebron, onde vivem centenas de colonos judeus junto a mais de 200.000 palestinos.

(Da redação)