Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acidente com avião militar na Argélia tem 1 sobrevivente

Ministério da Defesa revisou número de mortos para 77 - informações iniciais indicavam 103 vítimas fatais

(Atualizada às 18h50)

O comandante argelino Farid Nechad disse que uma pessoa sobreviveu ao acidente com um avião militar na Argélia nesta terça-feira. O Ministério da Defesa informou que 77 pessoas morreram na queda – as primeiras informações divulgadas pela imprensa local indicavam 103 mortos, antes mesmo da notícia sobre a existência de um sobrevivente. A pessoa, que não teve sua identidade revelada, teve ferimentos na cabeça e foi levada ao hospital de Constantine, destino original do avião.

O Hércules C-130, fabricado pela empresa americana Lockheed, caiu numa área montanhosa a cerca de 50 quilômetros a sudeste da cidade de Constantine, no Nordeste do país. Segundo a agência estatal de notícias argelina, a aeronave partiu da cidade de Tamanrasset, no extremo sul do país e caiu perto da cidade de Ain Kercha, na província de Oum El Bouaghi. O avião transportava militares e seus familiares.

Leia também

​Queda de avião mata mais de 100 pessoas na Argélia

Funcionários da Defesa Civil da Argélia que estiveram no local disseram aos jornalistas que a aeronave partiu-se em três. Segundo o coronel Lahmadi Bouguern, porta-voz militar, o acidente foi provavelmente causado pela falta de visibilidade e por fortes ventos que têm atingido a região nos últimos dias.

O pior acidente aéreo da história do país aconteceu em 2003, quando 102 pessoas morreram depois que um avião civil caiu no final da pista do aeroporto de Tamanrasset. Em novembro de 2012, um avião de carga militar caiu no sul da França, matando todas as seis pessoas que estavam a bordo.

(Com Estadão Conteúdo)

Argélia