Acidente aéreo deixa 44 mortos e oito feridos na Rússia

Autoridades locais apontam forte nevoeiro como possível causa do acidente

Por Da Redação - 21 jun 2011, 05h41

Quarenta e quatro pessoas morreram e oito ficaram feridas devido à queda de um avião Tupolev 134 da companhia RusAir no aeroporto de Petrozavodsk, capital da região de Carélia, no noroeste da Rússia.

O acidente aconteceu cinco minutos antes da meia-noite de segunda-feira (pelo horário local), uma hora e meia depois de o avião decolar do aeroporto Domodedovo, em Moscou, com destino a Petrozavodsk.

“De acordo com os últimos dados, 44 das 52 pessoas a bordo morreram e oito ficaram feridos, sete delas com muita gravidade”, confirmou Irina Andrianova, porta-voz do Ministério de Situações de Emergência da Rússia.

Por muito pouco, o avião não atingiu as casas da localidade de Besovets.

Publicidade

“O avião pegou fogo e ficou bastante danificado no incêndio”, disse Oksana Semenova, também porta-voz do ministério. Foram necessárias seis equipes do Corpo de Bombeiros para controlar o fogo.

O acidente pode ter ocorrido devido ao mau tempo, segundo Alexei Kuzmitsky, diretor do aeroporto de Petrozavodsk, que segue coberto por um denso nevoeiro.

“O avião caiu na última etapa de aterrissagem, a cerca de 700 metros do início da pista, e ficou destruído”, explicou uma fonte da agência aeronáutica russa Rosaviatsia. Inicialmente, informou-se que os pilotos haviam tentado um pouso forçado na estrada.

A companhia aérea RusAir, proprietária do avião, é especializada em voos particulares de luxo dentro e fora da Rússia.

Publicidade

(com agências EFE e France-Presse)

Publicidade