Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A situação desesperada de civis na Síria é uma urgência absoluta, diz Paulo Pinheiro

A situação desesperada dos civis na Síria constitui uma urgência absoluta, afirmou nesta segunda-feira o presidente da comissão de investigação internacional sobre a Síria, o brasileiro Paulo Pinheiro, ao apresentar seu relatório ante o Conselho de Direitos Humanos da ONU em Genebra.

“O êxodo continua para o Líbano, Jordânia e Turquia. A situação desesperada dos civis deve ser tratada como uma urgência absoluta”, declarou.

A entrada sem obstáculos de ajuda humanitária tem de ser a regra e não a exceção, afirmou Paulo Pinheiro.

“Garantir o acesso humanitário sem obstáculos tem de ser a regra e não uma exceção. A impunidade ante as violações dos direitos humanos tem de acabar”, afirmou ainda.

“Perdeu-se tempo e oportunidades para ajudar os necessitados devido à atitude do governo. Muitos morreram por falta de tratamento apropriado e de fornecimentos essenciais”, destacou.

Desde o começo da revolta, há um ano, mais de 70.000 pessoas sofreram deslocamento devido à violência e outras milhares acharam refúgio em países vizinhos da Síria, acrescentou o brasileiro.