Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A nova arma dos republicanos contra Obama: GIFs de Taylor Swift

John Boehner publicou em seu site uma série de críticas ao governo ilustrada por imagens animadas da cantora

O republicano John Boehner, presidente da Câmara dos Estados Unidos, decidiu inovar nos meios de criticar o presidente Barack Obama. Nesta sexta-feira (16), sua equipe de comunicação fez uma publicação em seu site oficial chamada “12 GIFs da Taylor Swift para você”. É exatamente o que parece: doze imagens em movimento da cantora pop foram usadas para ilustrar uma dúzia de críticas ao presidente democrata. Seria como se o senador Aécio Neves (PSDB-MG) usasse gifs de Valesca Popozuda para atacar as medidas tomadas pela presidente Dilma Rousseff.

O tema do post no site de Boehner é a iniciativa de Obama de oferecer educação universitária grátis nas faculdades comunitárias, altamente criticada pelos republicanos, que são maioria na Câmara e no Senado. Uma Taylor Swift aparentemente desorientada explica que o “grátis” a que Obama se refere significa, na realidade, um custo de 60 bilhões de dólares ao longo de dez anos.

Caleb Smith e Mike Ricci, dois dos responsáveis pela comunicação de Boehner e autores da ação, disseram que estão sempre em busca de formas divertidas de divulgar tudo que há de errado com a política do presidente americano e as soluções superiores do opositor. Os funcionários não souberam informar se o líder da Câmara é ou não fã de Taylor Swift.

Reprodução

Taylor animada: a ideia de educação universitária grátis parecia incrível a princípio... Taylor animada: a ideia de educação universitária grátis parecia incrível a princípio…

Taylor animada: a ideia de educação universitária grátis parecia incrível a princípio… (/)

Taylor confusa: na verdade, não é grátis... Taylor confusa: na verdade, não é grátis…

Taylor confusa: na verdade, não é grátis… (/)

Taylor desapontada: valeu a tentativa, mas não deu certo. Taylor desapontada: valeu a tentativa, mas não deu certo.

Taylor desapontada: valeu a tentativa, mas não deu certo. (/)