Clique e assine a partir de 9,90/mês

“A França nunca disse: ‘Venham para cá'”, diz premiê, sobre refugiados

Manuel Valls afirma que país não receberá mais de 30.000 imigrantes

Por Da Redação - 13 fev 2016, 13h41

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, rejeitou neste sábado a ideia de um sistema permanente de cotas para distribuir refugiados pela Europa, colocando Paris em desacordo com a Alemanha antes da cúpula para discutir a crise da União Europeia sobre migração.

Leia também:

Primeiro-ministro francês alerta para novos ataques terroristas na Europa

Falando a jornalistas em uma conferência de segurança em Munique, Valls disse que a França mantém sua intenção de receber 30 mil dos 160 mil refugiados que os países europeus concordaram em dividir entre eles, mas não aceitaria números adicionais.

“Nós não vamos receber mais”, disse Valls. Ele expressou admiração pela prontidão da Alemanha em receber mais refugiados, mas acrescentou: “A França nunca disse ‘venham para a França'”.

A chanceler alemã Angela Merkel deve pressionar os parceiros europeus para que aceitem mais refugiados na reunião de quinta-feira, em Bruxelas, pouco antes do encontro de líderes da UE para a cúpula.

(Com agência Reurters)

Continua após a publicidade
Publicidade