Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

4 mulheres-bomba, 57 mortos

Três mulheres-bomba atacaram um centro de pereginação xiita em Bagdá, no Iraque, nesta segunda-feira, matando ao menos 32 pessoas e deixando outras 185 feridas. Pouco tempo depois, um quarto ataque durante uma manifestação de curdos no norte do país causou a morte de mais 25 pessoas e deixou cerca de 100 feridos. As informações foram divulgadas por autoridades locais.

O atentado ocorrido na capital iraquiana atingiu comboios de peregrinos xiitas que passavam pelo distrito central de Kerrada em direção à mesquita de Kadhemia, no norte do país, onde acontece, anualmente, uma cerimônia religiosa em homenagem ao imã Musa al-Kadhin. Segundo as autoridades, todos os ataques foram praticados por mulheres com explosivos escondidos em suas roupas.

Já na cidade de Kirkuk, o atentado suicida aconteceu durante um protesto contra um projeto de lei que pretende modificar o funcionamento das eleições municipais. A região, rica em petróleo, é motivo de disputas entre árabes, curdos e turcomanos. Depois das explosões, um grupo de curdos colocou fogo num escritório de um partido político que, segundo eles, é contrário às suas reivindicações.

Video