Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

VEJA COMER & BEBER: dez gastrobares para conhecer em Belo Horizonte

Lista integra a 21ª edição do guia gastronômico VEJA COMER & BEBER dedicado à cidade

Por Natalia Horita, Renata Helena Rodrigues, Aline Gonçalves, Angélica Diniz, Camila Sayuri, Gustavo Prado, Luly Zonta, Mariani Campos, Rafaela Matias, Rafael Rocha 20 set 2019, 23h58

Birosca S2

A cozinha prepara pedidas que valorizam insumos regionais e fazem uma releitura de receitas clássicas. Um exemplo é a entrada chamada estas estórias, que combina coxinha de costela com queijo, bolinho de arroz e rolinho primavera mineiro, recheado com carne de panela, couve e queijo da Serra da Canastra (R$ 52,00, nove unidades). Servido como prato principal, o suflê de pão de queijo com linguiça artesanal custa R$ 56,00. Entre os drinques, o moscow mule da casa leva tamarindo (R$ 22,00). Rua Silvianópolis, 483, Santa Tereza,2551-8310 (110 lugares). 18h30/0h (dom. 12h/15h30; fecha seg.). Aberto em 2013.

A Borracharia – Comida Belorizontina

O espaço está em novo endereço e também tem novidades no cardápio. É o caso do canapé de angu com rabada, picles de cebola-roxa e brotos de agrião (R$ 38,00, para duas pessoas). Para uma refeição completa, a galinhada caipira com ora-pro-nóbis, farofa de alho e ovo frito custa R$ 68,00, também para dois. Da seleção de bebidas, constam drinques como o daiquiri, feito com licor de pequi e rum (R$ 18,00), e cervejas especiais, a exemplo da pilsen Baixa Gastronomia (R$ 12,50) e da IPA (R$ 17,00) da marca Brüder. Rua Ivaí, 86, Serra,2127-4321 (120 lugares). 11h30h/0h (dom. e feriados até 18h; fecha seg.). Aberto em 2011.

Cozinha Tupis

No comando desse espaço no Mercado Novo está o chef Henrique Gilberto, em sociedade com os donos da Cervejaria Viela. Mesmo com espaço diminuto, a cozinha é afinada e opera à vista dos clientes para entregar receitas renovadas semanalmente e que podem incluir a lasanha de língua e maçã de peito, que vem com borda tostada e crocante. Outra boa pedida é o nhoque de canjiquinha com frango ao molho pardo. Cada um dos pratos custa R$ 27,00. As cervejas do bar da frente (a Distribuidora Goitacazes, dos mesmos donos) rendem boa dobradinha com as pedidas. Avenida Olegário Maciel, 742, loja 2161, centro (Mercado Novo). Não tem telefone. 18h/0h (sáb. a partir de 12h; dom. 12h/18h; fecha seg. a qua.) Aberto em 2018.

Dona Tomoko Izakaya

À frente desse “boteco japonês” está o chef e proprietário Maki Sangawa, que aprendeu as receitas com a sua mãe, a dona Tomoko. Servidas em porções individuais, receitas como tonkatsu (carne suína empanada) e karaage (frango frito) custam R$ 15,00 cada uma e chegam à mesa acompanhadas de conservas típicas. Recheado com carne de porco ou legumes, o guioza é preparado apenas às quartas-feiras. A oferta etílica inclui cervejas a exemplo da Kirin Ichiban (R$ 8,00 a long neck). Rua Grão Mogol, 712, Carmo,2510-8604 (40 lugares). 18h/23h30 (sáb. 15h/20h; fecha dom. a ter.). Aberto em 2018.

Dorsé

No ambiente de jeitão clean, tubulação aparente e luzes que remetem ao estilo industrial são servidos drinques como o moscow mule (R$ 24,00), um dos favoritos da clientela. Receitas como a lagosta à provençal acompanhada de risoto de limão-siciliano (R$ 69,00) e a coxinha de tapioca com carne de sol e queijo de coalho (R$ 33,00, oito unidades) aparecem no cardápio e aplacam a fome do público. Rua Sapucaí, 271, Floresta,3327-8516 (100 lugares). 11h30/0h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/18h; fecha seg.) Aberto em 2015.

Continua após a publicidade

Expresso 500

O bar funciona no telhado de uma residência e tem vista panorâmica para a cidade. A equipe da cozinha prepara pedidas como costelinha de porco ao molho de jabuticaba, finalizada com ora-pró-nóbis colhida na própria horta (R$ 59,00). Para beber, a carta de vinhos enumera apenas rótulos mineiros, como o Dom de Minas Merlot 2016 (R$ 86,00). Em um ato gentil e bem-vindo, a água filtrada é cortesia. Rua Frei Orlando, 500, Caiçara,98847- 0804 (25 lugares). Qui. e sex.: 19h/0h. Aberto em 2014.

Nicolau Bar da Esquina (campeão da categoria 2019)

O menu criativo, com releituras surpreendentes para preparações bem regionais, certamente foi determinante na avaliação do júri. Concebido por Leonardo Paixão, e no dia a dia executado por uma equipe de cozinheiros comandada por Carlos de Araújo, o cardápio percorre sabores bem familiares, mas passa longe da trivialidade. Tem quiabo? Só se for envolto em casquinha de tempurá e escoltado por molho ponzu com cerveja (R$ 19,00). O jiló vira caponata (R$ 27,00) servida ao lado de fatias de focaccia assada na padaria da casa, que também abastece os outros dois negócios do chef do ano, o Glouton e o Nico Sanduíches. Galinha e pequi enchem de sabor o bolinho de arroz (R$ 29,00, com seis unidades), enquanto o croquete de rabada tem casquinha crocante e interior cremoso graças à adição de purê de mandioca (R$ 29,00, sete unidades). Na seção de pratos mais robustos, a costelinha suína na brasa ganha a companhia de purê de feijão-branco e vinagrete de pimenta-decheiro (R$ 47,00). Com tantas sugestões de dar água na boca é fácil entender por que o bar, inaugurado há pouco mais de um ano, já passou por uma ampliação, que lhe deu 100 novos lugares. Também conta para o sucesso a oferta etílica. Na carta de drinques do bartender Uanderson Fernandes não faltam misturas autorais — o jamelão, por exemplo, combina uísque Jameson, xarope de melão, água de coco, capim-santo mais sucos de abacaxi e de limão (R$ 23,90). Para os cervejeiros de plantão, a dica é investir no rótulo próprio, uma pale ale produzida em parceria com a Wäls e vendida a R$ 10,00 (300 mililitros). Rua Pouso Alegre, 2217, Horto,3318-6970 (270 lugares). 18h/0h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/18h, fecha seg.). Aberto em 2018.

Salumeria Central

Viagens pelo interior de Minas Gerais inspiraram o cardápio, que explora produtos e referências do estado. Para compartilhar, a pedida chamada gran porcaria reúne cinco embutidos diferentes (R$ 65,00). Sugestão individual, o risoto preparado com cogumelo, tomate e queijo da Serra do Salitre custa R$ 54,00. Entre as bebidas, a cerveja carioca Praya, que leva limão-siciliano e coentro na receita, é vendida a R$ 23,00 (garrafa de 600 mililitros). Às quartas e quintas-feiras, das 20h às 23h, a clientela pede vinho à vontade por R$ 39,00 por pessoa. Rua Sapucaí, 527, Floresta,2552-0154 (60 lugares). 12h/15h30 e 18h30/0h (sáb. 12h/17h e 18h30/0h; dom. 12h/17h; seg. só almoço 12h/14h30). Aberto em 2012.

Santo Boteco

O cardápio do bar, um dos finalistas na categoria, traz sugestões como a polenta com ragu de costelinha, queijo do Serro e ora-pro-nóbis (R$ 32,90). Comandada por Aline Elias, a cozinha caprichosa também entrega um criativo harumaki recheado com carne de lata (R$ 10,00). O clima amistoso do endereço combina com drinques, caso do gin gibre, que leva gim infusionado no chá de limão e gengibre, água tônica e hortelã (R$ 24,00). Rua Viçosa, 448, São Pedro,2520-3420 (90 lugares). 17h/0h (sáb. 11h/22h; dom. 11h/18h; fecha seg.). Aberto em 2015.

Wäls Gastropub

Os afamados chopes da marca saem de dezoito torneiras instaladas na casa. Entre eles, há o Serra do Curral, no estilo triple IPA, e o Berliner, do tipo berliner weisse (R$ 13,90 o copo de 310 mililitros de cada um). Renovado, o cardápio traz receitas como o carpaccio de lagarto acompanhado de pesto de ora-pró-nóbis e castanha de baru, queijo da Serra da Canastra e torradas (R$ 29,00). Inusitada, a mistura entre Wäls Dubbel e Jack Daniel’s custa R$ 24,90. Rua Levindo Lopes, 358, Savassi, 3582-5628 (125 lugares). 11h30/14h30 e 18h/0h (sex e sáb. sem intervalo 12h/2h; fecha dom.). Aberto em 2015.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês