Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Quatro bons restaurantes asiáticos no Rio de Janeiro

A lista, que integra a 23ª edição do guia VEJA COMER & BEBER dedicado à gastronomia da cidade, inclui ainda dois endereços que focam a culinária chinesa

Por Bruna Velon e Pedro Tinoco 31 jul 2019, 00h01

Mee

Eleito o melhor oriental na edição anterior de VEJA COMER & BEBER, o asiático do Belmond Copacabana Palace acaba de garantir sua estrela Michelin pelo quinto ano seguido, mesmo após algumas trocas de chefs. Agora, é Itamar Araújo quem comanda a cozinha, que passeia pelas culinárias tailandesa, coreana, vietnamita, chinesa e japonesa. Para ver o chef utilizando os ingredientes mais frescos do dia, a pedida é a sequência de pratos frios omakase itamae (R$ 390,00), servida apenas no sushibar. No à la carte constam a dupla de sushis de wagyu (R$ 43,00) e a merluza negra grelhada com brócolis chinês, pesto de coentro e missô (R$ 118,00). Av. Atlântica, 1702 (Belmond Copacabana Palace), Copacabana,2548-7070 (92 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. até 1h). Aberto em 2014. $$$$

Nam Thai

Inaugurado há dezoito anos, é um dos poucos restaurantes na América Latina a receber honrarias do governo tailandês. Mérito do chef David Zisman, que há duas décadas abandonou a medicina para se dedicar à gastronomia do Sudeste Asiático. Na casa são preparados 20 quilos de curry por semana, usado em pratos como camarão e abacaxi no leite de coco com arroz de jasmim (R$ 89,00). Novidade, o menu executivo (R$ 48,00 a R$ 59,00) pode ter de uma a três etapas. A sobremesa de abóbora, coco, caramelo e frutas (R$ 22,00) é uma das mais pedidas. Rua Rainha Guilhermina, 95 A/B, Leblon,2259-2962 (90 lugares). 12h/1h (seg. 19h/0h; ter. e qua. até 0h; dom. até 22h30). Aberto em 2001. Aqui tem iFood. $$

South Ferro

Após uma viagem ao Japão, o nova-iorquino Sei Shiroma, filho de asiáticos, reformulou o cardápio e assumiu de vez o conceito oriental da casa, que tem pegada de izakaya e acabou em terceiro lugar da categoria. Clássicos como o guioza de abobrinha e cogumelo (R$ 46,00, oito unidades) e o lámen com barriga de porco (R$ 39,00) continuam carros-chefe, mas as pizzas — Shiroma é dono da premiada Ferro e Farinha — saíram de cartaz. A novidade é o capítulo de sushis, cujos peixes e preços podem variar a cada dia, e o de crus, como o ussuzukuri: lâminas de dourado curado, limão- siciliano, pimenta fermentada e daikon (R$ 38,00). Rua Arnaldo Quintela, 23, Botafogo,3986-4323 (40 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sáb. 12h/16h e 19h/0h; fecha dom.). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $$

Continua após a publicidade

Taj Mahal

Especializada na culinária indiana, a cozinha comandada pelo chef Neeraj Singh prepara sugestões como o vegetable samosas (R$ 18,00, quatro unidades). Trata-se de pastéis recheados com batata, ervilha, ervas e especiarias. Dica para a etapa principal, o murgh curry (R$ 50,00) leva frango cozido com temperos e especiarias da casa. Para quem busca uma opção à proteína animal, o shani paneer (R$ 39,00) reúne cubos de ricota fresca cozidos em molho de tomate, cebola, alho, castanha-de-caju, ervas e especiarias. Na ala doce, o gulab jamun (R$ 20,00) traz bolinhos fritos de leite em pó com calda de água de rosas e cardamomo. Rua J.J. Seabra, 19, Jardim Botânico,4106-4034 (112 lugares). 12h/16h e 19h/0h (sáb. 12h/0h; dom. 12h/22h). Aberto em 2015. Aqui tem iFood. $

CHINESES

China Town

Ocupa um casarão de dois andares, sendo que o 2º piso oferece salas privativas para grupos. Muitos clientes asiáticos buscam pratos típicos e raros por aqui, como a língua de pato frita (R$ 55,00). Mais familiares ao paladar brasileiro, o camarão empanado com molho agridoce (R$ 49,00, vinte unidades) e o guioza de porco e legumes (R$ 20,00, seis unidades) podem abrir a refeição. A ala de principais é extensa e conta com clássicos como o ninho de passarinho: cesta de batatas fritas cobertas por carne, frango, ovo de codorna, camarão e legumes (R$ 68,00). Rua Afonso Pena, 13, Tijuca,2234-8882 (150 lugares). 11h30/22h30 (sex. e sáb. até 23h30). Aberto em 1991. Aqui tem iFood. $

Mr. Lam

Restaurante de comida chinesa autoral, tem um imponente salão, com pé-direito altíssimo. Seu cardápio mantém clássicos da casa, como os espetinhos chicken satay (R$ 26,00, duas unidades) e o sqwab, uma das mais tradicionais receitas do chef Sik Chung Lam, o Mr. Lam. Nesse preparo, folhas de alface são recheadas de frango e cobertas com missô e couve crocante (R$ 53,00). Para um passeio completo pelo menu, há degustações da mais simples (R$ 190,00) à mais completa, que inclui o pato laqueado (R$ 205,00). A carta de drinques tem novidades. O lady antonia leva vodca com baunilha, manga, Monin de maçã verde e sour mix (R$ 37,00). Rua Maria Angélica, 21, Lagoa,2286-6661 (180 lugares). 19h/0h30 (sex. e sáb. até 1h; dom. 13h/23h). Aberto em 2006. Aqui tem iFood. $$$

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)