Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Quatro bons bares com música ao vivo em Salvador

Confira também dois bares de perfil variado publicados por VEJA COMER & BEBER 2019/2020

Por Daniel Salles, Ana Geisa Lima, Camila Botto, Joana Maltez, Maiana Brito, Mariani Campos e Marília Simões - Atualizado em 4 dez 2019, 01h01 - Publicado em 4 dez 2019, 00h01

Casa da Mãe

Oferece música ao vivo diariamente, com repertório que vai do jazz ao forró. Para completar a noite, a cozinha se dedica à culinária tradicional do Recôncavo Baiano e expede pedidas como a chamada surpresinha de sinhá, um bolinho de estudante com recheios diversos (R$ 32,00, seis unidades). O coquetel chamado de ginroska é uma espécie de caipirinha de gim e pode ser feita com seriguela (R$ 18,00). Rua Cabral, 81, Rio Vermelho,99926-2101 (50 lugares). 19h/22h (fecha dom.). Aberto em 2006.

Comida de Varanda

Voltado para o mar, o bar ocupa a varanda do Teatro do Sesi, no Rio Vermelho. Enquanto aproveitam os shows musicais diários, os clientes petiscam camarão black tie, empanado na tapioca e servido com molho chili (R$ 39,90, seis unidades). Para bebericar, saem em grande quantidade long necks de cerveja Heineken (R$ 9,99) e drinques como o aperol spritz (R$ 26,95). Rua Borges dos Reis, 16, Rio Vermelho,3616-7064 (120 lugares). 18h/1h (dom. até 23h). Aberto em 2016.

Publicidade

Difoca

Na terça rola forró. Na quinta, sertanejo. Nos demais dias, a programação é variada, mas a música é sempre garantida. Saem da cozinha os famosos espetinhos, entre eles o de picanha (R$ 11,90). Outras pedidas do cardápio são o bolinho de peixe (R$ 10,00, duas unidades) e o filezinho ao molho de gorgonzola (R$ 22,90). Para completar a noite, os clientes costumam brindar com chope na caneca congelada (R$ 6,80, 330 mililitros) — na happy hour o chope sai a R$ 4,70. Avenida ACM, 2949, Cidadela, 98871-0164 (160 lugares). 17h/3h (dom. 16h/0h). Aberto em 2013.

Direct Restô Bar

Som ao vivo todos os dias com programação variada (quartas e quintas são dias de sertanejo) é o principal atrativo da casa, que oferece também um amplo cardápio de petiscos. O escondidinho de carne-seca com banana-da-terra e purê de aipim polvilhado com farofa de torresmo custa R$ 38,50. O gim- tônica com alecrim e limão-siciliano (R$ 24,50) costuma fazer sucesso. Rua Rio Grande do Sul, 40, Pituba,4105-9755 (200 lugares). 11h30/0h (qui. até 1h; sex. e sáb. até 3h). Aberto em 2019.

Publicidade

VARIADOS

Berro D’água

Nos anos 1970 era um celebrado ponto de encontro dos boêmios da cidade. Reaberto neste ano, o espaço apresenta nova roupagem e música ao vivo nos estilos jazz, soul, bossa nova e blues, sempre às quintas, sextas e sábados. Do cardápio, tem boa saída o filé bourguignon, ao molho de vinho tinto e escoltado por batatas gratinadas (R$ 60,00, para duas pessoas). Do rol de etílicos, o público costuma optar pela cerveja long neck Stella Artois (R$ 10,00). Avenida Sete de Setembro, 3959, Barra, 3267-3027 (120 lugares). 18h/23h (qui. a sáb. até 1h). Aberto em 2019.

Mirante Forte São Diogo

Publicidade

Há quem prefira se refrescar com uma água de coco na jarra (R$ 11,90, 750 mililitros) enquanto aproveita a vista para o Porto da Barra, ainda mais impressionante durante o pôr do sol. A carne de sol vem à mesa em companhia de farofa e vinagrete (R$ 32,90). Quem quiser brindar com um drinque terá boas opções, entre elas o clássico dry martini (R$ 23,90). Avenida Sete de Setembro, s/nº, Porto da Barra. Não tem telefone (200 lugares). 15h/22h. Aberto em 2019.

Quer conhecer todos os campeões de VEJA COMER & BEBER e o roteiro completo de comidinhas, bares e restaurantes em Salvador? Clique aqui.

Publicidade