Clique e assine com até 92% de desconto

Gato Mia é eleita pela terceira vez a melhor pizzaria de Cuiabá

A casa serve discos de massa fina, que são abertos na hora do pedido e levam coberturas equilibradas

Por Iracy Paulina 18 Maio 2019, 00h01

Logo na entrada, escrita a giz em uma parede, a receita básica da massa de pizza da Gato Mia aguça as papilas gustativas. Abertos na hora, à vista do freguês, os discos tricampeões recebem coberturas na medida certa, sem exageros. Na clássica caprese vão mussarela de búfala, tomate-caqui e pesto de azeitonas pretas e manjericão (R$ 87,50). A nova brasiliana reúne mussarela, carne-seca na manteiga temperada com alho e cebola e brócolis (R$ 84,50). Antes, vale pedir a pizza branca (R$ 20,00), massa fininha e crocante, com parmesão e alecrim, servida com molho de alcaparras. Ela é ótima companhia para a sangria da casa (R$ 70,00, jarra de 1 litro). Na etapa doce, faz sucesso a panacota com calda de frutas vermelhas (R$ 22,00). Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, 290, Popular, ☎ 3027-6262 (87 lugares). 19h/0h (dom. e feriados a partir das 18h; fecha seg.). Aberto em 2014. $$

2º lugar: Santa Oliva Pizza Restô

O ponto central do salão de pé-direito alto é uma árvore repleta de luzinhas. Nesse ambiente, os clientes provam pizzas como a pantaneira, coberta com carne-seca, banana-da-terra frita, Catupiry e mussarela (R$ 70,00), uma das especialidades. De segunda a quinta-feira, dá para optar pelo rodízio (R$ 36,00 por pessoa). Ampliado, o cardápio contempla algumas novidades, entre petiscos e entradas. Há, por exemplo, steak tartare, que pode ser servido sobre dadinhos de tapioca crocantes, finalizados com espuma de limã-siciliano (R$ 32,00), tira-gosto que faz bom par com os drinques da casa. Na carta de coquetéis estão receitas como a do santa oliva, feito com vodca, manjericão, tangerina, açúcar e gelo (R$ 20,00). Para quem quiser levar uma garrafa de vinho de casa, uma boa notícia: às sextas-feiras, não é cobrada taxa de rolha. Praça Popular, 45, Popular, 3358-3000 e 99660-3003 (130 lugares). 18h/0h. Aberto em 2016. $$

3º lugar: Padrino

Na década de 1940, no bairro paulistano Aclimação, o avô italiano comandava uma pizzaria e o legado familiar inspirou Bruno Mangravati a manter a tradição do patriarca em Cuiabá. É ele que comanda a produção da massa de fermentação longa. Assadas em forno a lenha, as pizzas ganham mais de sessenta versões, entre elas a caprese, com mussarela, tomate-caqui, manjericão, mussarela de búfala e pesto de azeitona preta, e a margherita di búfala, com adição de tomate-cereja, parmesão, manjericão e orégano (R$ 72,00 cada uma). Entre as opções doces, a queridinha é a condessa bianca, com creme de leite, banana, leite condensado, canela e cravo (R$ 49,00), mas também faz sucesso a don corleone, com chocolate e morango (R$ 59,00). Rua das Espatódias, 37, Jardim das Palmeiras, 3661-9001 e 99994-9001 (80 lugares). 19h/23h (fecha seg. e ter.). Aberto em 2013. $$

(Preços apurados entre abril e maio de 2019).

Veja também: Tudo sobre Veja Comer & Beber Cuiabá 2019

Continua após a publicidade
Publicidade