Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

As melhores padarias de Belo Horizonte segundo VEJA COMER & BEBER

Lista integra a 21ª edição do guia gastronômico dedicado à cidade

Por Natalia Horita, Renata Helena Rodrigues, Aline Gonçalves, Angélica Diniz, Camila Sayuri, Gustavo Prado, Luly Zonta, Mariani Campos, Rafaela Matias, Rafael Rocha 20 set 2019, 23h58

Bagueteria Francesa

Mesmo instalada no centro, a padaria atrai uma clientela de vários bairros — o estacionamento ajuda quem chega de carro. Na vitrine de pães, se destaca a receita que dá nome à casa, a baguete francesa (R$ 15,80 o quilo), campeã absoluta de vendas, que chega a bater a marca das mil unidades nos sábados de movimento intenso. Elaborado com fermentação natural, o brioche mineiro (R$ 39,90 o quilo) combina a tradição francesa com o sotaque local, já que a massa amanteigada leva cachaça. Avenida Santos Dumont, 201, centro,3879-3822. 6h/19h (fecha dom. e feriados). Aberto em 2014.

Boníssima

Ao cliente que busca por pães, o croissant amanteigado sai a R$ 59,90 o quilo. Há receitas para a turma fitness, como a queijadinha que não leva farinha de trigo nem leite (R$ 79,90 o quilo), e para quem não abre mão das delícias açucaradas, caso da torta de brownie com musse de chocolate (R$ 85,90 o quilo). Da área de empório, a terrine de queijo de cabra com mel de figo (R$ 129,90 o quilo) também é feita na casa. Avenida Raja Gabáglia, 220, Gutierrez, 3296-5300 (50 lugares). 6h/23h (dom. até 22h). Praça José Cavalini, 50, Luxemburgo,3344-2455 (50 lugares). 6h/21h40 (dom. 7h/21h). Alameda Oscar Niemeyer, 1355, Vila da Serra, Nova Lima,3264-9694 (100 lugares). 6h/22h. Aberto em 2001.

Casa Bonomi (campeã da categoria 2019)

Há cerca de duas décadas, a produção artesanal de pães ainda não tinha virado a febre que é atualmente. Mas Paula Bonomi decidiu investir na ideia e, inspirada em referências internacionais, abriu esta padaria, instalada em um charmoso casarão de 1902. Ex-bailarina do Grupo Corpo, proprietária do estabelecimento e padeira, Paula segue pondo a mão na massa — às vezes, a partir das 4 da manhã — e, com a mesma disciplina que dedicou à carreira nos palcos, ela pesquisa, testa e desenvolve receitas para o cardápio. Tudo começou com o filão italiano (R$ 31,00 o quilo) e a ciabatta (R$ 45,00); hoje, a vitrine impressiona pela variedade. Os croissants (R$ 8,50 a unidade), feitos com manteiga francesa, são queridinhos da clientela, assim como o pão de centeio, nozes e passas (R$ 80,00 o quilo), este fermentado naturalmente. A cada dia da semana surge uma sugestão: quarta-feira tem o pão brasil, que demora 48 horas para ficar pronto e leva farinhas integral, branca e de centeio mais castanha-do-pará inteira (R$ 70,00 o quilo). Quem quiser comer ali encontrará um apetitoso menu com alguns pratos, sanduíches e itens de café da manhã servidos o dia todo. O coddled egg, por exemplo, é um ovo poché no creme de leite com torrada de brioche (R$ 22,00). Para acompanhar, vai bem o café coado (R$ 8,00, com o grão da casa). Aos sábados, domingos e feriados, o programa fica ainda mais gostoso, já que dá para comer ao ar livre, acomodando-se nas mesas dispostas na praça que abriga a padaria. Avenida Afonso Pena, 2600, Savassi, ☎ 99206-2772 e 3261-8334 (32 lugares). 7h/21h (dom. 8h/20h; fecha seg.). Aberto em 1997.

Cum Panio

Para entrar nesta padaria-butique, é preciso tocar a campainha. A loja opera sob o comando do casal Luciana Martins e Camilo Gazzinelli, que viaja o mundo em busca de receitas. Com fermentações variadas, incluindo a feita com levain, a casa assa sete toneladas de pão por mês. Entre as especialidades está o pão escandinavo, rico em fibras, que leva farinhas integral e de centeio, sementes de girassol e de abóbora (R$ 45,00 o quilo). Mas é a baguete (R$ 7,50 a unidade) a campeã de vendas. Rua do Ouro, 292, Serra,3225-5246 (12 lugares). 11h/19h30 (sáb. 11h/15h; fecha dom., seg. e feriados). Aberto em 2004.

Continua após a publicidade

Du Pain

Uma das 400 lojas do Mercado Central, a padaria comandada pelo casal Raquel Brandão e Ronaldo Souza consome todo mês uma tonelada de farinha de trigo francesa. Orgânico, o ingrediente é base para o preparo da baguete feita com queijo gruyère (R$ 18,00). Não podem faltar o croissant tradicional (R$ 6,00) — são vendidas diariamente 500 unidades do folhado — e o bolo de milho cremoso e molhadinho, que leva coco na receita (R$ 24,00, inteiro). Mercado Central,3267-9740. 8h/18h (dom. até 13h; fecha seg.). Aberto em 2016.

Pão & Companhia

O bufê de quitutes com cerca de oitenta itens fica disponível durante todo o horário de funcionamento (R$ 69,90 o quilo) — o pão de queijo está entre os mais procurados, ao lado da broa e do croissant. Também há opções avulsas, a exemplo do pão na chapa (R$ 2,50). Queridinho dos clientes, o pão de fermentação natural tem versões com centeio ou em forma de baguete (R$ 24,90 o quilo de cada um). Rua Francisco Deslandes, 715, Anchieta,3287-7022 (60 lugares). 6h/22h (fecha dom.). Rua Francisco Deslandes, 41B, Anchieta,2538-1561 (50 pessoas). 6h/21h30 (sáb., dom. e feriados até 20h30). Mais dois endereços. Aberto em 1982.

Seleve

Especializada em produtos sem glúten e sem leite, a padaria prepara mais de trinta itens entre tortas, pães, bolos e salgados. Na seção de pães, saem bem o francês (R$ 34,90 o quilo) e o de cebola (R$ 49,00 o quilo). O combo de café da manhã para uma pessoa (R$ 29,90) vem com cesta de pães, ovos mexidos, requeijão de castanhas, café expresso e suco de frutas. Para um lanche rápido, a tortinha de frango lowcarb é feita com farinha de linhaça e couve-flor (R$ 12,90). Rua Santa Catarina, 1424, Lourdes,3786-4001 (14 lugares). 7h/19h30 (fecha dom.). Aberto em 2016.

Vianney

O pão de queijo, que leva pedacinhos de queijo na massa, é o carro-chefe da casa e custa R$ 44,90 o quilo. Menos trivial, o pão de figo é feito com fermentação natural e leva, além da fruta, avelã e rum (R$ 59,98 o quilo). Para uma refeição, dá para pedir batata rosti de bacalhau acompanhada de pimentão, cebola, azeitona preta, ovo cozido, mussarela e catupiry (R$ 21,90). Outra opção é o sanduíche de carpaccio e pesto (R$ 18,90). Rua Aimorés, 155, Funcionários,3227-2071 (60 lugares). 6h/23h. Aberta em 1992.

Continua após a publicidade
Publicidade