Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

As melhores cafeterias de Curitiba segundo VEJA COMER & BEBER 2019/2020

Lista inclui ainda dois endereços para tomar café colonial e uma casa de chá

Por Camila Sayuri, Cintia Végas, Daniela Drummond, Larissa Angeli, Mariani Campos, Rosane Freire 4 out 2019, 23h57

Botanique

O agradável ambiente exibe mais de 100 espécies de plantas, que também estão à venda. No cardápio, são doze opções de café, todos feitos com o blend exclusivo da 4 Beans Coffee Co. — o coado na Hario V60 sai a R$ 8,00. Para comer, o pão com tomate (R$ 10,00) pode ser acrescido de copa de lombo e queijo curado da Serra da Canastra (a versão completa custa R$ 16,00). Rua Brigadeiro Franco, 1.193, Loja 2, Mercês,3085-2582 (64 lugares). 8h30/0h (sáb. dom. e feriados a partir das 10h). Aberto em 2017.

Café Arte & Letra

Divide espaço com uma editora e os cafés têm nomes de personagens literários como Sancho Pança, que batiza um cappuccino com doce de leite (R$ 12,90). Extraídos em cinco métodos diferentes, os filtrados são vendidos em xícaras de 180 mililitros (R$ 8,80) ou 300 mililitros (R$ 13,00). Para um lanche, o zuckerman é um sanduíche de filé-mignon com queijo emmental e chutney de tomate (R$ 26,90). Rua Desembargador Motta, 2011, Batel,3223-5302 (40 lugares). 8h/19h (fecha dom.). Aberto em 2011.

Café do Mercado

Entre os vinte cafés oriundos de diversas partes do mundo, o grão de El Salvador pode ser empregado no preparo do expresso (R$ 7,90) ou do filtrado (R$ 10,00, 100 mililitros). Para ladear as xícaras, a torta gateau breton tem massa amanteigada e recheio de abóbora ou de maçã (R$ 11,50 a fatia). Avenida Sete de Setembro, 1865, boxes 61 e 437, Mercado Municipal, centro,3362-7912 (55 lugares). 8h30/18h (dom. até 13h; fecha seg.); Rua Desembargador Westphalen 3448, Parolin,3011-1212 (40 lugares). 9h/20h. Aberto em 2005.

Café do Moço
O antigo Barista Coffee Bar reabre carregando o sobrenome de seu fundador, Léo Moço. A carta de cafés reúne quatro opções de grãos, usados no expresso (R$ 15,00) e no coado (R$ 7,00 com 200 mililitros). Se a fome bater, o combo americano leva à mesa um café, panqueca, pão de fermentação natural, ovos mexidos, geleia e bacon (R$ 29,70). Rua Moyses Marcondes, 609, Juvevê,3501-8234 (40 lugares). 8h/20h (dom. 10h/18h). Aberto em 2014.

Café do Viajante

Viagens inspiram a decoração, com fotos e objetos que remetem às experiências dos proprietários. Ali, a clientela prova bebidas elaboradas com grãos especiais, caso do cappuccino do viajante, com cacau e chocolate (R$ 14,90). Para compartilhar, o blend da casa filtrado na Chemex rende três xícaras (R$ 17,50) e vai bem com os pães de queijo recheados com requeijão (R$ 12,25, cinco unidades). Rua Comendador Fontana, 229, Centro Cívico,3018-2320 (40 lugares). 12h/20h (sáb. e dom. a partir das 14h; fecha seg.). Aberto em 2016.

Dalat Café

A inspiração desta cafeteria vem da Ásia. Antes de abrir a casa, o proprietário fez cursos no Vietnã e serve bebidas como a sua nong, café filtrado feito com grãos robusta produzido no Espírito Santo e acrescido de leite condensado (R$ 8,00). Se bater a fome, o pão de queijo custa R$ 5,00. Rua Antonio Grade, 560, Vista Alegre,99906-8908 (30 lugares). 14h/19h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2017.

Distinto Cafés Especiais

No endereço comandado por Claudia Bentlin, o cardápio é dedicado exclusivamente aos cafés. E a cada semana um grão diferente entra na seleção — que pode incluir, por exemplo o catuaí amarelo cultivado em São Paulo (R$ 5,00 o expresso produzido com ele). Extraído a frio, o nitro coffee (R$ 10,00) tem colarinho cremoso semelhante ao do chope. Para levar para casa, o blend de grãos paranaenses é vendido a R$ 19,00 (250 gramas). Rua Tapajós, 1047, Loja 7, Bom Retiro,3078-1047 (12 lugares). 10h/18h (sáb. até 14h; fecha dom.). Aberto em 2014.

Empório Kaveh Kanes

Marcel Shiomi, proprietário, cultiva café no norte do Paraná. Além dos grãos próprios, a casa oferece outras doze opções, que podem ser extraídas como expresso: o do dia custa R$ 3,50 e o da Etiópia, R$ 23,00. Para morder, tem boa saída o pão de queijo com laticínio da Serra da Canastra (R$ 2,75 a unidade). Avenida Sete de Setembro, 1865, boxes 456 e 457, Mercado Municipal, centro,3039-1049 (32 lugares). 8h/18h (dom. até 13h; fecha seg.). Aberto em 2006.

4 Beans Coffee Co.

Nesta microtorrefação, são raros os clientes que saem sem um pacotinho de grãos – o Laranjeira (R$ 44,00, 250 gramas), por exemplo, vem da Serra do Caparaó (ES). Quem quiser tomar um cafezinho por ali também escolhe entre quinze variedades – em métodos filtrados custam R$ 10,00 e no expresso, R$ 8,00. Alameda Augusto Stellfeld, 795, centro, 99911-8664 (9 lugares). 13h/19h (fecha dom.). Aberto em 2015.

La Rauxa Cafè i Bistrot

A casa prioriza a produção caseira dos comes, como o empadão de frango (R$ 10,90), receita de família que faz sucesso entre os pedidos. Dos doces, a torta de maçã com leite condensado e canela sai a R$ 12,90 a fatia, e pode vir acompanhada de um expresso (R$ 3,90), feito com grãos da fazenda Rancho Flora. No almoço, a cozinha prepara pratos como o talharim produzido na casa com cubos de filé-mignon envolvidos por molhos branco e de tomate (R$ 29,00). Rua Eurípedes Garcez do Nascimento, 906, Ahu.3049-6972. 12h/19h (fecha dom.). Aberto em 2010.

Continua após a publicidade

Liquori Caffè Gourmet

Servem bons expressos (R$ 5,00) elaborados com grãos oriundos de Minas Gerais e do Paraná. A carta de bebidas inclui outros sucessos, caso do nocciolate, um cappuccino com creme de avelã (R$ 10,90). Para acompanhar, vai bem a cheesecake com calda de frutas vermelhas (R$ 12,90 a fatia). Rua Comendador Araújo, 534, centro,3077-0610 (140 lugares). 8h/21h (sáb. 10h/18h; fecha dom.); ParkShopping Barigüi,3040-9594 (61 lugares). 11h /23h (dom. e feriados 12h/ 21h). Mais sete endereços. Aberto em 2008.

Lucca Cafés Especiais (campeã da categoria em 2019)

Muito além de um cafezinho. Faz tempo que esse lema é adotado pelas boas cafeterias do Brasil. Aqui, no entanto, ele ganha uma amplitude extra. As 36 variedades de grãos especiais garimpadas pelo país, extraídas em dez métodos, são acompanhadas por uma loja com serviço de moagem, um setor de panificação, uma confeitaria responsável pela atraente vitrine de doces e um laboratório de testes utilizado como espaço de cursos para aficionados e profissionais. No piso inferior do endereço, a imersão nesse complexo pode incluir a experiência de beber seu café preferido rodeado por sacas de grãos, sentindo o perfume que sai da máquina de torra e observando, por meio de uma parede de vidro, a produção dos dez pães de fermentação natural. Um deles, o italiano, serve de base para os ovos benedict (R$ 29,00). Com preparo poché, eles são montados ao lado de bacon, rúcula, molho holandês e pimenta-do-reino. Podem escoltar um expresso (R$ 6,50) ou, para fugir do tradicional, um café de sifão com sistema de infravermelho (R$ 19,00, 300 mililitros) — nesse modelo, a radiação de luz aquece a água. A seção açucarada tem como destaque as oito variedades de macaron (R$ 6,00 cada um). Se bater uma dúvida sobre quais tipos de grão e método combinam com o seu paladar, o seu momento ou a sua comida, dá para recorrer aos bem treinados baristas ou às informações detalhadas de cada um dos produtos no menu. Nos fins de semana, das 8h às 15h, há seis combos de brunch com preços que vão de R$ 24,00 a R$ 53,00. Alameda Presidente Taunay, 40, Batel,3016-6675 (110 lugares). 7h30/20h (sáb. e dom. a partir de 8h). Aberto em 2002.

New York Café by Luiz Santo

Serve cafés de diversas regiões do Brasil torrados na própria casa – uma das opções, o expresso sai a R$ 6,50. Para comer, a matriz no Batel serve sanduíche de pastrami no bagel (R$ 40,00 com batata rústica). Nas demais unidades, a especialidade são donuts (R$ 15,00 o de caramelo com bacon). Rua Gonçalves Dias, 151 Batel,3121-2917 (100 lugares). 12h/22h (sáb. a partir das 10h; dom. a partir das 14h); Shopping Palladium. Não tem telefone (20 lugares). 11h/23h (sáb. a partir das 10h; dom 14h/22h); Jockey Plaza Shopping. Não tem telefone (20 lugares). 11h/23h (sáb. a partir das 10h; dom. 14h/22h). Aberto em 2012.

Rause Café + Vinho

As atenções se dividem entre o café e o vinho. Preparadas com grãos especiais torrados pela 4 Beans Coffee Co., xícaras podem resultar de sete métodos de extração diferentes — caso do expresso (R$ 6,50) e de filtrados como french press (R$ 10,00, 150 mililitros). Para aplacar a fome, o california dreaming é um sanduíche na ciabatta com berinjela e tomate, mussarela de búfala, maionese de azeitona preta e parmesão (R$ 28,90). Entre as sugestões etílicas, há boa seleção de vinhos em taça. Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 696, centro,3024-0696 (32 lugares). 9h/23h (sáb. e feriados até 19:30h; fecha dom.). Aberto em 2011.

Supernova Coffee

Misto de cafeteria e torrefação, a casa fundada por Luiz Melo divide seus grãos entre os menus branco (notas de chocolate, caramelo e castanhas) e amarelo (remetem a frutas e flores). O expresso da segunda lista (R$ 7,75) vai bem em companhia de brownie ou de brigadeiro (R$ 5,00 cada um). Na unidade da Rua Barão do Rio Branco o cliente decide quanto pagar pelo café coado, expresso e cappuccino. Rua Coronel Dulcídio, 544, Batel,99958-7325 (30 lugares). 8h/19h (sáb., dom. e feriados a partir das 13h); Rua Barão do Rio Branco, 222, Loja 14-15, centro. 10h30/16h30 (fecha sáb. e dom.). Mais dois endereços. Aberto em 2015.

CAFÉS COLONIAIS

Brioche

Serve café colonial da manhã até a noite. No variado bufê, que alinha mais de oitenta itens (R$ 58,90 o quilo), é possível encontrar croissant feito na casa e quiche de tomate com manjericão, por exemplo. Queridinhas dos clientes, as panquecas vêm com calda de morango, de doce de leite ou de Nutella. Pedido à parte, o chocolate quente custa R$ 7,70. Rua Augusto Stresser, 839, Juvevê,3053-5251 (50 lugares). 7h/21h15 (dom. e feriados 8h/21h); Rua Silva Jardim, 2332, Água Verde,3022-1166 (35 lugares). 7h/21h (dom. 7h15/21h). Aberto em 1985.

Confeitaria Neuchatel

O bolo indiano, de farinha de rosca e leite condensado, e o carrot cake com cream cheese estão entre os queridinhos do bufê, cujo valor inclui bebidas quentes e frias – R$ 37,90 por pessoa de segunda a quinta e R$ 42,10 de sexta a domingo. Entre os oitenta itens estão doces, tortas, salgados e pães. Entre 11h30 e 14h30 há sugestões para o almoço: R$ 41,00 o quilo durante a semana e R$ 45,00 aos sábados. Avenida Vicente Machado, 643, Batel,3223-2995 (60 lugares). 7h30/21h15 (dom. e feriados 8h30/21h15). Aberto em 1986.

CASA DE CHÁ

The Kettle

Além de sugestões nacionais, servem 37 tipos de chá de origem alemã, caso do kettle blend: mistura de chás preto e verde com flor de laranjeira, morango, rosa, jasmim, girassol e baunilha (R$ 9,90 a caneca). Para comer, tem boa saída a torta cuja massa leva aveia e o recheio combina damasco, doce de leite e chocolate meio amargo (R$ 13,90 a fatia). Alameda Prudente de Moraes, 836, Mercês,3233-1978 (60 lugares). 12h/20h (fecha dom.). Aberta em 2007.

Confira o roteiro completo e os estabelecimentos campeões em comidinhas, bares e restaurantes da 19ª edição de VEJA COMER & BEBER CURITIBA clicando aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade