Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Zidane se solidariza com tragédia aérea da Chapecoense

O treinador do Real Madrid, assim como muitos outros jogadores e clubes, prestou homenagem às vítimas do trágico acidente aéreo na Colômbia

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, ficou comovido com o acidente aéreo ocorrido nesta terça-feira com a delegação da Chapecoense, além de vários jornalistas e convidados. “É uma tragédia. Nós nos somamos à dor dos familiares”, disse o ex-jogador de 44 anos em entrevista coletiva um dia antes da partida contra o Leonesa, pela Copa do Rei.  O treinador começou seu discurso lendo um breve comunicado de solidariedade às vítimas da Chapecoense, em nome do elenco do Real Madrid.

“Mandamos nosso pêsames ao clube e a toda sua torcida. Sentimos muitíssimo o que ocorreu”, declarou Zidane. “É uma tragédia. É muito complicado e difícil. Estamos tristes”, acrescentou o francês, que confirmou também o minuto de silêncio feito antes da sessão de treinos desta terça-feira. Mais cedo, o Barcelona também prestou homenagem aos falecidos na tragédia aérea.

Segundo as autoridades colombianas, 76 das 81 a bordo morreram no acidente. Por enquanto, os cinco sobreviventes confirmados são: o lateral Alan Ruschel, o goleiro Jackson Follman, o jornalista Rafael Henzel, a aeromoça Ximena Suárez e o técnico da aeronave Erwin Tumiri. O zagueiro Hélio Hermito Zampier Neto seria o sexto sobrevivente – mas ainda não há a confirmação das autoridades.

(Com EFE)